Polícia de SP investiga detento do Presídio Central suspeito de aplicar golpe dos nudes - Polícia

Versão mobile

 
 

 Estelionato25/06/2021 | 07h00Atualizada em 25/06/2021 | 07h00

 Polícia de SP investiga detento do Presídio Central suspeito de aplicar golpe dos nudes

Dois mandados de busca, com apoio de agentes gaúchos, foram cumpridos em Porto Alegre e Viamão

 Polícia de SP investiga detento do Presídio Central suspeito de aplicar golpe dos nudes Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
Policiais cumpriram dois mandados de busca e apreensão no Rio Grande do Sul Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

A Polícia Civil de São Paulo está investigando um apenado gaúcho que está no Presídio Central. Ele e a namorada, que não está no sistema prisional, são suspeitos de aplicar o golpe dos nudes em vítimas na cidade de Itapeva, município com 94 mil habitantes e que fica distante 295 quilômetros da capital paulista. Nesta quinta-feira (24), com apoio de agentes do Rio Grande do Sul, foram cumpridos dois mandados de busca em Porto Alegre e em Viamão.  

Seis agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), de Itapeva, São Paulo, apreenderam seis celulares e documentos. Os telefones estavam na casa da namorada do detento — uma adolescente. A residência fica no bairro Alto Petrópolis, na Capital. 

Leia mais
Prejuízos, transtornos e exposição: as histórias por trás dos golpes virtuais e como se proteger deles
Golpe dos nudes: criminosos extorquem homens após enviar fotos íntimas de jovens
Atualização do aplicativo da Polícia Civil inclui denúncia de dois novos golpes. Descubra quais

Também foi cumprido mandado de busca em Viamão, em outra residência de pessoas ligadas ao preso e que fica nas proximidades do entroncamento da RS-40 com a RS-118. Policias gaúchos acompanharam a ação. Segundo o titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), delegado André Anicet, os golpistas usavam, inclusive, nomes de delegados do Estado para os crimes de estelionato.

— Eles não estão divulgando nomes porque a investigação continua e, por enquanto, não falaram sobre vítimas e mais investigados. Nós demos apoio à ação da polícia paulista. Não houve prisões, mas a namorada do preso é apontada como envolvida nos golpes — explica Anicet.

Investigação

A investigação continua pela polícia paulista. O principal objetivo, depois de análise pericial, é averiguar o conteúdo — fotos, vídeos e textos — nos telefones apreendidos. Segundo Anicet, os aparelhos seriam usados para a aplicação dos golpes em São Paulo a partir da Região Metropolitana de Porto Alegre. Não se descarta mais vítimas de outras localidades. Em relação ao golpe dos nudes no Rio Grande do Sul, o Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) da Polícia Civil informa que, desde o início da pandemia, 11 pessoas foram presas e 51 indiciadas por esse tipo de estelionato.

Polícia de SP apreender ceulares no RS usados no golpe dos nudes <!-- NICAID(14817092) -->
Seis celulares foram apreendidos em uma residência no bairro Alto Petrópolis, em Porto AlegreFoto: Polícia Civil / Divulgação

Golpe dos nudes

O golpe dos nudes ocorre quando uma pessoa finge ser uma adolescente e mantém contato com homens mais velhos para trocar fotos íntimas, simulando depois acionar pais e a polícia para exigir dinheiro, com o objetivo de não expor a situação para familiares da vítima ou até  mesmo não iniciar uma suposta investigação policial.


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros