Ação conjunta para dispersar aglomerações teve bar interditado e prisão por uso de dinheiro falso na Capital - Polícia

Versão mobile

 
 

Segurança Sanitária04/07/2021 | 15h04

Ação conjunta para dispersar aglomerações teve bar interditado e prisão por uso de dinheiro falso na Capital

Na Rua da República, na Cidade Baixa, a Guarda Municipal usou gás lacrimogênio para separar pessoas 

Ação conjunta para dispersar aglomerações teve bar interditado e prisão por uso de dinheiro falso na Capital Guarda Municipal / Divulgação/Divulgação
No bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, houve casos de reação e foi necessário o uso de gás lacrimogênio para efetivar dispersão Foto: Guarda Municipal / Divulgação / Divulgação

Em mais uma operação integrada em Porto Alegre, agentes da Guarda Municipal (GM), Brigada Militar (BM) e Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) dispersaram aglomerações, autuaram um bar e detiveram um homem suspeito de distribuir cédulas de dinheiro falsas.

Na ação da madrugada deste domingo (4), na Rua da República, no bairro Cidade Baixa, pessoas resistiram ao comando dos agentes, que tiveram de usar gás lacrimogênio para fazer a dispersão.

O homem suspeito de estar repassando dinheiro falso foi detido por populares e chegou a ser agredido. Ele foi localizado pelos agentes na esquina das ruas Dinarte Ribeiro e Padre Chagas, no bairro Moinhos de Vento. Depois de passar por atendimento médico, foi encaminhado à Polícia Federal, onde vítimas - entre elas comerciantes da região - também compareceram.

Leia mais
Em ação conjunta, Guarda Municipal, BM e EPTC dispersam aglomerações com mais de 800 pessoas na Capital
Porto Alegre vai oferecer testes para quem desembarcar no aeroporto com sintomas de covid-19

Na rua Comendador Caminha, também no Moinhos de Vento, os agentes autuaram e interditaram um bar por desrespeito a protocolos de distanciamento. Na Cidade Baixa, pessoas que estavam aglomeradas na Rua da República reagiram à ação dos agentes, se negando a dispersar. Conforme o comandante da Guarda Municipal, Marcelo Nascimento, foi necessário o uso de gás lacrimogênio para efetivar o trabalho.

Na madrugada do sábado (3), a atuação conjunta da GM, BM e EPTC dispersou aglomerações de mais de 850 pessoas, na Capital. 


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros