Polícia Civil apura morte de empresário em Tramandaí como latrocínio - Polícia

Versão mobile

 
 

Litoral Norte28/07/2021 | 09h00Atualizada em 28/07/2021 | 09h01

Polícia Civil apura morte de empresário em Tramandaí como latrocínio

Suspeito teria roubado duas televisões, o carro e o celular da vítima

Polícia Civil apura morte de empresário em Tramandaí como latrocínio Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
Carro da vítima foi localizado pela polícia Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

A Polícia Civil apura o assassinato do empresário Clóvis Antônio Speguen, 65 anos, ocorrido na madrugada do último domingo (25) em Tramandaí , no Litoral Norte, como latrocínio (roubo com morte). O principal suspeito, um homem de 28 anos que não teve a identidade divulgada, foi preso na última segunda-feira (26). Em depoimento, ele admitiu o crime. 

Após invadir a casa da vítima, o homem teria roubado a Toyota Hilux preta que pertencia ao empresário. O veículo foi localizado e recolhido pela polícia na segunda-feira. Segundo o delegado Alexandre Souza, responsável pelo caso, também foram levadas duas televisões e o celular do empresário — esses itens ainda não foram recuperados. 

De acordo com a investigação, o homem teria agido sozinho.

— Ele premeditou o crime para pegar os pertences e trocar por drogas — afirmou o delegado.

Segundo a polícia, o empresário teria sido morto em casa, após receber golpes que teriam sido provocados por uma faca. O corpo dele foi encontrado no local horas depois por um amigo.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros