Motoristas de aplicativo são presos por suspeita de torturar e matar adolescente para vingar colega assaltado - Polícia

Versão mobile

 
 

Região Metropolitana29/09/2021 | 10h49Atualizada em 29/09/2021 | 10h49

Motoristas de aplicativo são presos por suspeita de torturar e matar adolescente para vingar colega assaltado

Outros dois condutores estão sendo procurados. Grupo responde ainda por tentativa de homicídio de outro adolescente

Motoristas de aplicativo são presos por suspeita de torturar e matar adolescente para vingar colega assaltado Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
Em fevereiro, Polícia Civil, com apoio de bombeiros e cães farejadores, fez buscas ao corpo de adolescente em Eldorado do Sul Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

Dois motoristas de aplicativo foram presos pela Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira (29), suspeitos de tortura e assassinato de um adolescente. Outros dois condutores estão sendo procurados.

O grupo é investigado ainda pela tentativa de homicídio de outro adolescente. Os crimes teriam sido cometidos por vingança contra a dupla, apontada como autora de um assalto, no início do ano, a um motorista na zona norte de Porto Alegre.

O homem, que atua na região do bairro Morro Santana, foi assaltado em fevereiro e teve o celular roubado. Depois, ele identificou um dos suspeitos e reuniu um grupo — formado por outros motoristas de aplicativo — para revidar.

Segundo a polícia, eles abordaram os dois adolescentes e os torturaram por cerca de duas horas. De acordo com o delegado Guilherme Dill, responsável pelo caso, foram dezenas de pontapés e socos, além de inúmeras ameaças de morte.

Depois disso, ainda conforme a apuração, um dos homens decidiu colocar a dupla em um carro e levá-la até uma área de matagal em Eldorado do Sul. Quatro motoristas teriam ido ao local — a vítima do assalto não os acompanhou.

Na região, afastada da área central do município, eles colocaram os adolescentes deitados no chão e atiraram várias vezes com uma arma calibre 32. Segundo a polícia, dois homens foram responsáveis pelos tiros, e outros dois ficaram nas margens de uma estrada para avisar no caso da passagem de alguma pessoa ou até mesmo de uma viatura da Brigada Militar.

Um dos adolescentes sobreviveu

Um dos adolescentes morreu no local e, apesar dos vários disparos, o outro sobreviveu. Segundo Dill, ele conseguiu se deslocar horas depois e obteve ajuda de moradores, sendo conduzido ao Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre.

A polícia foi acionada e, com o auxílio do Corpo de Bombeiros e de cães farejadores, localizou o corpo da vítima do homicídio. Com um inquérito instaurado e com o depoimento do sobrevivente, os cinco suspeitos foram identificados.

— Com o auxílio de imagens de câmeras de segurança e de vários depoimentos, além de outras técnicas de investigação, confirmamos que foi justiça com as próprias mãos, um ato de vingança — ressalta Dill.

Buscas a corpo de adolescente morto em Eldorado do Sul<!-- NICAID(14901669) -->
Corpo de um dos jovens torturados por motoristas de aplicativo foi localizado em área de matagal em Eldorado do Sul Foto: Polícia Civil / Divulgação

 Com as provas obtidas, o delegado recebeu autorização judicial e, nesta manhã, cumpriu quatro mandados de prisão e mais quatro de buscas em Porto Alegre e Gravataí, onde foram presos os dois motoristas de aplicativo, além de Viamão. Ao todo, 20 agentes participaram da operação.  

Como a investigação continua, o delegado não está divulgando os nomes dos investigados. O motorista assaltado responde pela tortura ocorrida na zona norte da Capital, já que não participou dos disparos em Eldorado do Sul. Os outros quatro condutores respondem por um homicídio e por uma tentativa de homicídio. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros