Mulher é atropelada e agredida a facão pelo companheiro em Novo Hamburgo; vítima está no hospital - Polícia

Versão mobile

 
 

Vale do Sinos24/09/2021 | 09h07Atualizada em 24/09/2021 | 09h07

Mulher é atropelada e agredida a facão pelo companheiro em Novo Hamburgo; vítima está no hospital

Polícia Civil investiga o caso como tentativa de feminicídio

Larissa Fraga

Uma mulher, de 29 anos, foi agredida a facão e atropelada pelo companheiro nesta quarta-feira (22) em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. O caso é investigado pela Polícia Civil como tentativa de feminicídio. O homem, de 39 anos, foi preso em flagrante.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima andava de bicicleta nas proximidades de casa, quando foi atropelada  pelo companheiro. Ele teria passado por três vezes com o carro em cima do corpo da mulher, caído na rua. O agressor ainda pegou um facão e desferiu vários golpes na cabeça da vítima. 

A mulher foi socorrida e levada para o Hospital Municipal de Novo Hamburgo, onde seguia internada nesta quinta-feira (23). Segundo a instituição, o estado de saúde dela é estável apesar da gravidade. 

A motivação do crime seria ciúmes. Mas o homem tinha antecedentes criminais por ameaça e tráfico de drogas.

— A vítima nunca tinha registrado ocorrência e não tinha medida protetiva. Mais de 90% das vítimas de feminicídio não registram a ocorrência e não têm medida protetiva. Há uma subnotificação muito grande nesse sentido —informou a titular da delegacia especializada em atendimento à mulher (Deam), Raquel Peixoto. 

Os nomes da vítima e do agressor não foram divulgados pela polícia.

Para denunciar casos de violência contra a mulher use o Disque 100 ou contate oDisque-Denúncia pelo telefone 181. Além disso, há os Centros de Referência da Mulher, delegacias especializadas, Defensoria Pública e Promotoria de Justiça, inclusive on-line, pelo site do Ministério Público.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros