Presa quadrilha que praticava roubo a pedestres na zona sul de Porto Alegre - Polícia

Versão mobile

 
 

Crime organizado15/09/2021 | 08h52Atualizada em 15/09/2021 | 08h53

Presa quadrilha que praticava roubo a pedestres na zona sul de Porto Alegre

Grupo criminoso foi interceptado no bairro Vila Nova na madrugada desta terça-feira durante ação da Brigada Militar

Presa quadrilha que praticava roubo a pedestres na zona sul de Porto Alegre Brigada Militar / Divulgação/Divulgação
Criminosos agiam com um veículo Celta preto em diversos bairros da zona sul da Capital Foto: Brigada Militar / Divulgação / Divulgação
Camila Viegas

A Brigada Militar (BM) prendeu na madrugada desta quarta-feira (15) uma quadrilha responsável por uma série de assaltos na zona sul de Porto Alegre. O grupo estava em um Celta preto, que circulava pelo bairro Vila Nova após cometer ao menos dois roubos a pedestres na noite de terça-feira (14). 

Segundo a BM, o carro foi interceptado na Rua Rodrigues da Fonseca, por volta da 0h30min, após alerta de uma das guarnições. No veículo, estavam três homens, de 26, 27 e 33 anos, e um adolescente de 16 anos. Com eles, foram apreendidos um simulacro de arma de fogo, dinheiro em espécie, 112g de maconha, uma balança de medição de drogas e quatro celulares. 

Durante a revista, foram localizadas ainda uma mochila e bolsas com pertences de vítimas que foram alvos de assaltos simultâneos na noite desta terça-feira nas ruas Teutônia e Padre João Batista Réus, no bairro Camaquã, por volta das 22h. Em uma das ocorrências, um dos criminosos chegou a efetuar um disparo em direção a uma das vítimas, que não se feriu. A arma de fogo envolvida na ocorrência não foi localizada. 

De acordo com responsável dos batalhões da Capital, tenente Paulo César Nascimento, a quadrilha vinha sendo monitorada pelo setor de Inteligência, após relatos de assaltos em bairros da Zona Sul. É investigado ainda o envolvimento do grupo em outras regiões. 

— O dono desse veículo (Celta) levava a esposa ao trabalho, no bairro Cristal, e, quando retornava, cometia os assaltos junto dos comparsas. Eles levavam estes materiais para pontos de receptação e vendiam, o que impossibilitava a localização — explicou. — Eles são suspeitos de vários assaltos, estavam agindo há meses, praticavam um verdadeiro terrorismo aos pedestres. Hoje uma viatura nossa avistou o carro, que já estava em alerta. 

Os homens foram presos e levados à delegacia da Polícia Civil para o registro da ocorrência e, posteriormente, serão encaminhados ao sistema prisional. Eles têm extensa ficha de antecedentes criminais. Já o menor foi encaminhado ao Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca).

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros