VÍDEO: polícia investiga se parte dos torcedores que invadiram a Arena também agrediram torcedores do Inter no Vale do Sinos - Polícia

Versão mobile

 
 

 Ataque09/11/2021 | 07h00Atualizada em 09/11/2021 | 07h00

VÍDEO: polícia investiga se parte dos torcedores que invadiram a Arena também agrediram torcedores do Inter no Vale do Sinos

Após análise de imagens de câmeras de segurança e de outras feitas pelos próprios agressores, investigação identificou parte do grupo

Depois de instaurado inquérito e ouvidas as vítimas, bem como testemunhas, a 2ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo está enviando nesta segunda-feira (8) um ofício para a direção do Grêmio. O objetivo do delegado Rodrigo Zucco, responsável pela apuração, é confirmar se parte dos torcedores que invadiram a Arena no fim de outubro, no jogo contra o Palmeiras, também agrediram torcedores do Internacional no Vale do Sinos, antes do último Gre-Nal.

Três torcedores que tiveram ferimentos mais graves, precisaram ser hospitalizados. O micro-ônibus em que eles estavam foi apedrejado após um falso agente de trânsito colocar cones em uma via e desviar o veículo para uma emboscada.

Leia mais
Torcedores do Inter ficam feridos após van ser apedrejada no Vale do Sinos
Arena, clube e imprensa contabilizam prejuízos pelos incidentes causados por invasão de torcida do Grêmio
Torcedores de Grêmio e Inter brigam em estacionamento de hipermercado em Porto Alegre

Após análise de imagens de câmeras de segurança e de outras gravadas pelos próprios investigados - em que torcedores do tricolor aparecem com um bumbo roubado e relatando o fato ocorrido no sábado passado, a polícia diz ter indícios suficientes de que algumas pessoas podem estar envolvidas nos dois fatos. Zucco destaca que o Grêmio já tem uma lista com nomes das pessoas que entraram no campo após a partida pelo Brasileirão e a ideia é confrontar, além das imagens, as identidades dos envolvidos com as dos suspeitos de apedrejarem o coletivo com torcedores da Serra.

Apedrejamento

O fato ocorreu por volta do meio-dia de sábado (6). Um grupo de torcedores do Inter, que havia saído pela manhã de Caxias do Sul, estava em um micro-ônibus, atravessando o bairro Scharlau, em São Leopoldo, quando o motorista foi forçado a desviar para uma via paralela. Um falso agente de trânsito, com colete sinalizador e que havia colocado cones na via, fazia sinal com as mãos para que o coletivo ingressasse em uma rua paralela à rodovia.

Vandalismo contra coletivo com torcedores do Inter em São Leopoldo
Suspeitos colocaram cones em via e usaram um falso agente de trânsito com objetivo de desviar veículo para emboscadaFoto: Polícia Civil / Divulgação

Logo depois, um grupo de pessoas atacou o veículo com pedras, paus e barras de ferro. Três pessoas de Caxias do Sul, com idades entre 29 e 42 anos e com ferimentos mais graves, foram encaminhadas para o Hospital Centenário de São Leopoldo. Os colorados informaram ainda que um bumbo da torcida foi roubado. Uma foto do instrumento musical junto a vários gremistas foi publicada em redes sociais depois do fato, além de um vídeo em que aparece o grupo se vangloriando do ato criminoso.

Zucco afirma que esta imagem é a principal prova para a identificação dos envolvidos, além de ser mais um indício de que parte dos vândalos também estava na invasão da Arena. Segundo ele, pelo menos 20 pessoas participaram da emboscada. Segundo boletim de ocorrência feito no dia da agressão, após atendimento às vítimas pela Brigada Militar e Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do veículo também informou que conseguiu identificar parte dos suspeitos. Os crimes apurados são de formação de quadrilha, roubo e lesão corporal.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros