Pai e filho são mortos a tiros em frente ao estádio Alfredo Jaconi após a partida entre Juventude e Corinthians - Polícia

Versão mobile

 
 

Caxias do Sul 10/12/2021 | 08h39Atualizada em 10/12/2021 | 08h43

Pai e filho são mortos a tiros em frente ao estádio Alfredo Jaconi após a partida entre Juventude e Corinthians

Suspeita é de o crime tenha relação com o tráfico de drogas 

Pai e filho são mortos a tiros em frente ao estádio Alfredo Jaconi após a partida entre Juventude e Corinthians Porthus Junior / Agencia RBS/Agencia RBS
Crime ocorreu em frente à sede da torcida Manche Verde, que fica ao lado do estádio Foto: Porthus Junior / Agencia RBS / Agencia RBS
Camila Viegas e Gustavo Gossen

gustavo.gossen@rdgaucha.com.br

Dois homens foram mortos em um ataque a tiros no início da madrugada desta sexta-feira (10), em Caxias do Sul, após a partida entre Juventude e Corinthians. O crime ocorreu próximo à sede da torcida Manche Verde, na Rua Hercules Galó, na frente do estádio Alfredo Jaconi. 

De acordo com a delegada Maria Isabel Zerman Machado, da DPPA de Caxias do Sul, as vítimas eram pai e filho, de 57 e 37 anos, respectivamente. Um deles faleceu no local e, o outro, durante atendimento médico. Outras duas pessoas foram baleadas por engano e foram encaminhadas a um hospital do município. 

Segundo depoimento de testemunhas, os criminosos chegaram ao local de carro e dispararam pelo menos 15 vezes contra o grupo. Os alvos seriam o pai e o filho. A suspeita é de que o crime tenha relação com o tráfico de drogas.

 — Essas pessoas que morreram seriam o alvo e as outras que estão no hospital foram atingidas ao acaso. Não foi nada relacionado a briga de futebol envolvendo torcidas. Foi um fato que aproveitaram a oportunidade do movimento e acabaram praticando este crime — explicou a delegada.

A identidade das vítimas não foi divulgada para preservar os familiares, que ainda não foram comunicados. A Polícia Civil analisará imagens de câmeras de segurança para identificar os criminosos. O local do crime foi isolado para o trabalho da perícia. A Brigada Militar (BM) e o Samu auxiliaram na ocorrência. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros