VÍDEO: três criminosos atacaram homem executado com 80 tiros na zona norte de Porto Alegre - Polícia

Versão mobile

 
 

Bairro Sarandi10/12/2021 | 07h00Atualizada em 10/12/2021 | 07h00

VÍDEO: três criminosos atacaram homem executado com 80 tiros na zona norte de Porto Alegre

Claudemir da Silveira, 32 anos, foi morto no início da tarde desta quarta-feira, quando saía de casa com a mulher e a filha

Leticia Mendes

Numa ação que durou pouco mais de 10 segundos, criminosos executaram com cerca de 80 tiros um homem na zona norte de Porto Alegre. Na tarde de quarta-feira (8), Claudemir da Silveira, 32 anos, caminhava pela calçada, ao lado da esposa e da filha, quando foi interceptado. A criança, apavorada, correu, pela rua, enquanto o pai era alvejado. A cena foi registrada por imagens de câmeras de segurança. O vídeo é uma das pistas que a polícia analisa para tentar descobrir quem foram os responsáveis pelo ataque.

Segundo o delegado Luis Firmino, da 3ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a esposa de Claudemir contou que ele só saiu de casa para ajudá-la a carregar algumas sacolas. A família aparece no vídeo caminhando tranquilamente pela calçada da Avenida Engenheiro Francisco Rodolfo Simch, no bairro Sarandi, quando três bandidos armados e encapuzados cruzam a rua. Um dos criminosos chega a cair no chão durante o ataque. Segundo a polícia, foram usadas pistolas de calibre 9 milímetros na ação.

Leia mais
Criminosos em fuga tentam roubar carro, mulher é baleada, abandona veículo e procura ajuda em hospital de Porto Alegre
Polícia apura qual grupo criminoso está por trás de execução de homem com 80 tiros em Porto Alegre

Outro ponto que chama a atenção no vídeo é o fato de que uma motorista, que acabaria sendo baleada logo depois pelos mesmos bandidos, aparece na gravação. A mulher estava dentro de um Uno, que surge segundos depois na rua onde houve a execução. Conforme a polícia, ela foi até o prédio buscar um adolescente, amigo do filho. O garoto aparece no vídeo embarcando no carro, logo após os criminosos terem escapado.

Na fuga, os atiradores acabaram batendo o C3 onde estavam e, por isso, decidiram abordar a motorista. A mulher, no entanto, tentou desviar do trio armado e teve o carro alvejado repetidas vezes pelos criminosos. Pelo menos dois disparos atingiram a motorista, que segue hospitalizada. Os dois adolescentes que estavam no veículo, o filho dela e o amigo, não chegaram a se ferir na ação.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros