Polícia Civil localiza autônomo que desapareceu após corrida de táxi em Porto Alegre - Polícia

Versão mobile

 
 

Encontrado08/01/2022 | 07h00Atualizada em 08/01/2022 | 07h00

Polícia Civil localiza autônomo que desapareceu após corrida de táxi em Porto Alegre

Investigação foi encerrada devido à falta de indicação de crime; seu paradeiro foi informado à família

GZH
GZH
Polícia Civil localiza autônomo que desapareceu após corrida de táxi em Porto Alegre Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

O autônomo Vinicius Summienski, 39 anos, que desapareceu após uma corrida de táxi em Porto Alegre na segunda-feira (3), foi localizado pela Polícia Civil nesta sexta-feira (7). De acordo com a polícia, Summienski deixou sua casa voluntariamente para fazer uma viagem. A investigação foi encerrada devido à falta de indicação de crime. Seu paradeiro foi informado somente à família.

— Ficou claro e evidente na nossa investigação que ele deixou a casa dele voluntariamente para fazer uma viagem — afirmou o delegado Eibert Moreira, diretor da Divisão de Homicídios da Polícia Civil.

A polícia informou que seguiu a investigação de desaparecimento, realizando coletas de informações em diversos pontos do Estado e tomando depoimentos até chegar ao seu paradeiro.

Summienski saiu de sua residência, no bairro Passo das Pedras, em direção à Zona Sul da Capital, onde iria trabalhar, e não foi mais visto por familiares. Nas redes sociais, amigos e parentes fizeram uma mobilização para encontrá-lo. 

Leia mais
Contrato para implosão de prédio da SSP deve ser assinado nos próximos dias
Caxiense está há seis dias desaparecido após mergulhar em praia de Santa Catarina

O órgão realizou análises de informações pessoais de Summienski, com autorização da família, para verificar um possível trajeto. Em seguida, foram coletadas imagens de câmeras de vídeo, sobretudo na região da Estação Rodoviária, onde ele foi localizado, sozinho, sem nenhum tipo de coação.

A partir da descoberta, a investigação passou a buscar imagens e testemunhas que estivessem junto com Summienski em outros pontos do Estado — confirmando o trajeto inicial previsto. Pessoas que confirmaram a informação relataram que o autônomo teria dito estar fazendo uma viagem e que encontraria amigos. 

— Como não há coação nem nenhum tipo de crime evidente, apenas motivos pessoais, encerramos a investigação. Não há nada a ser apurado neste momento — disse o delegado.

Produção: Fernanda Polo

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros