Operação de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes efetua prisões em Porto Alegre e no sul do RS - Polícia

Versão mobile

 
 

Maio Amarelo06/05/2022 | 08h59Atualizada em 06/05/2022 | 08h59

Operação de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes efetua prisões em Porto Alegre e no sul do RS

Ação integrada, que teve início na segunda-feira, ocorre na Capital e em outros 67 municípios 

Uma operação integrada entre forças de segurança do Estado foi deflagrada na Capital na tarde desta segunda-feira (2). Intitulada Operação Parador 27, a investida coordenada pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública ocorre em Porto Alegre e outros 67 municípios gaúchos, com o objetivo de coibir a exploração sexual infantojuvenil no Rio Grande do Sul.

A ação é alusiva ao Maio Amarelo, mês dedicado ao alerta à sociedade sobre o combate à exploração de crianças de adolescentes. A força-tarefa, que conta com apoio da Polícia Civil, da Brigada Militar, do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Instituto Geral de Perícias (IGP), deve seguir até 18 de maio. 

Conforme a Secretaria da Segurança Pública do RS (SSP), entre quarta (4) e quinta-feira (5), foram realizadas três prisões e uma apreensão em Porto Alegre e na cidade de Sertão Santana, no sul do RS.  Nesta quinta-feira, foram verificados sete locais na Capital e um foragido foi capturado. O movimento intenso de viaturas chamou atenção de quem circulava pelo Centro Histórico durante a tarde.

Na quarta-feira, a Polícia Civil prendeu um homem de 53 anos por estupro de vulnerável no bairro Partenon, na zona sul da Capital. O homem havia sido condenado pelos estupros, em 2014, do seu filho de três anos e da sua filha de cinco.

Prisões e apreensão

Nesta quinta-feira, um homem de 36 anos foi preso em flagrante em Sertão Santana durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão. A prisão foi efetuada pela 2ª Delegacia de Polícia de Proteção à Criança e ao Adolescente, coordenada pela delegada Sabrina Doris Teixeira, atendendo a pedido da Vara Judicial da Comarca de Barra do Ribeiro. 

Com o suspeito, foi apreendido um HD (local onde ficam armazenados os dados) de notebook contendo dezenas de arquivos digitais de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. No quarto do homem, foram encontrados  cartuchos de espingarda calibre 32. Conforme a polícia, o suspeito está desempregado, possui Ensino Fundamental, é casado e não possui filhos.

Também nesta quinta-feira, a 2ª DP apreendeu um adolescente de 17 anos em Porto Alegre, contra o qual havia um mandado de busca e apreensão. Conforme informações da investigação, o rapaz possui antecedentes por dano qualificado, tráfico de drogas, ameaça e lesão corporal.

Ainda nesta tarde, um foragido da Justiça foi localizado durante ação de fiscalização em prédio no centro de Porto Alegre, ao lado do Viaduto da Conceição.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros