Bailarino da periferia volta a Porto Alegre pela primeira vez para dançar como profissional - Notícias

Versão mobile

 
 

Balé05/12/2014 | 07h02

Bailarino da periferia volta a Porto Alegre pela primeira vez para dançar como profissional

Dançarino de origem humilde da Capital, hoje bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, se apresenta hoje no espetáculo Mercado Persa, no Teatro do Ciee

Bailarino da periferia volta a Porto Alegre pela primeira vez para dançar como profissional Fernando Gomes/Agencia RBS
Bailarino Gabriel Fernandes se apresenta no espetáculo em homenagem aos 40 anos do Studio Cris Fragoso, que o acolheu quando era adolescente Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Nesta sexta-feira, o bailarino Gabriel Fernandes, 21 anos, completará um ciclo iniciado em 2009. Ex-morador da Vila Atenis, no Bairro Mario Quintana, na Zona Norte de Porto Alegre, Gabriel dançará nos palcos gaúchos pela primeira vez desde que deixou a Capital rumo ao Rio de Janeiro para se tornar profissional. Ele estará no espetáculo em homenagem aos 40 anos do Studio Cris Fragoso, escola de balé que o acolheu ainda no início da adolescência.
Há cinco anos, quando teve a história contada pela primeira vez no Diário Gaúcho, Gabriel era apenas um jovem aspirante a bailarino, que ganhara uma bolsa de estudos no Conservatório Brasileiro de Dança, no Rio de Janeiro. Sem condições financeiras de pagar a viagem, o jovem contou com a ajuda de leitores e amigos e obteve o dinheiro necessário para viver durante um ano em terras fluminenses. Nunca mais voltou.

O Rio é só o começo...

Bailarino Gabriel já dança em solo carioca

Bailarino Gabriel voa cada vez mais alto no Rio

Em 2011, já como bailarino da Cia. Brasileira de Dança, no Rio, participou de apresentações em Israel e em países da América Latina. Desde o final do ano passado, atua como bailarino temporário da companhia do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, uma das mais tradicionais do Brasil.
– Minha vida mudou muito. E para melhor. Penso em continuar me aperfeiçoando, pois a intenção ainda é dançar numa companhia de outro país – afirma Gabriel, determinado.

Família dá apoio

No Rio, Gabriel divide o apartamento com outros dois colegas de profissão, em Vila Isabel. A mãe e os dois irmãos menores, com cinco e 16 anos, seguem vivendo no Bairro Mario Quintana.
– Foi um choque voltar ao lugar onde comecei a dançar ainda na infância. Rever minha família foi emocionante – conta Gabriel.
O bailarino não visitava a família há dois anos, mas eles mantêm contato pelas redes sociais e telefone. Com a ajuda da tecnologia, o jovem revela aos familiares todos os passos para seguir firme na dança.
– Quando era criança, minha mãe não aceitava este meu objetivo. Hoje, ela me apoia e dá forças para eu continuar no meu caminho – celebra Gabriel.

Príncipe nigeriano

No mês passado, o bailarino fez audição para uma companhia uruguaia e ficou com o primeiro lugar da lista de espera. Em março de 2015 fará teste para o Ballet Nacional do Chile. No segundo semestre do próximo ano será a vez de dançar na Alemanha como integrante do Grupo DC, companhia de dança do Rio de Janeiro.
Convidado por Cristina Fragoso, 65 anos, proprietária do Studio Ballet Cris Fragoso, para participar da celebração dos 40 anos da escola, Gabriel chegou a Porto Alegre na quarta-feira e foi direto para os ensaios. Dançou por 12h com a bailarina Bruna Soares, 20 anos, ex-colega dos tempos em que ele apenas sonhava em seguir nos palcos e com quem vem ensaiando via internet desde outubro. Ontem, a dupla voltou a dançar por mais oito horas, tudo para que o espetáculo seja perfeito hoje, quando Gabriel se transformará num príncipe nigeriano que chega ao mercado persa e se encanta com uma vendedora de flores.

Bailarino gaúcho retorna a Porto Alegre para dançar na escola que o lançou

Ciclo que se encerra

Emocionada com a presença do ex-aluno que conheceu quando era ainda um franzino aspirante aos palcos, Cris, como é conhecida, considera a evolução profissional e pessoal de Gabriel um presente nos 40 anos da escola.
– Fecho um ciclo de quatro décadas com o melhor presente que poderia ganhar: ajudei a resgatar o Gabriel de um destino que poderia ser ruim nesta nossa sociedade. Fazendo uma retrospectiva dos primeiros momentos de quando ele chegou aqui, posso afirmar: a dança levou ele para o bom caminho – garante.

Saiba mais
O que: Espetáculo Mercado Persa - 40 anos do Ballet Studio Cris Fragoso
Onde: Teatro Ciee
Quando: Nesta sexta-feira, 21h
Ingresso: R$ 50

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros