Chuva deixa quatro municípios sem água na Região Metropolitana - Notícias

Versão mobile

 

Equipamentos submersos21/07/2015 | 11h37

Chuva deixa quatro municípios sem água na Região Metropolitana

Transbordamento do rio Gravataí alagou as estações de captação de Alvorada e Cachoeirinha

Chuva deixa quatro municípios sem água na Região Metropolitana Felipe Daroit/Rádio Gaúcha
Nível do rio Gravataí não diminui. Avenida Assis Brasil, no limite com Cachoeirinha está bloqueada Foto: Felipe Daroit / Rádio Gaúcha

O excesso de chuva causa transtornos também no abastecimento de água em algumas cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a Corsan, as estações de captação de Alvorada e Cachoeirinha estão alagadas e foram desligadas para não queimarem. Todos os bairros de Alvorada e Viamão e parte dos municípios de Cachoeirinha e Gravataí estão sem o serviço.

Região Metropolitana continua em alerta devido às enchentes

O restabelecimento depende da baixa do nível do rio Gravataí, responsável pela inundação das estações. A Companhia afirma que atenua o problema usando caminhões-pipa para abastecer escolas, creches, hospitais e postos de saúde dos bairros mais afetados. 

A moradora do bairro Porto Verde, de Alvorada, Juliana Oberoffer, diz que está sem água desde a noite de segunda-feira. Ela afirma que será obrigada a comprar água para dar às filhas.

— É um absurdo! Já chega que estamos com a cidade alagada agora sem água. Eu não tenho água para banho, nem para beber. Vou ter que comprar água para as minhas filhas beberem, mas e as outras pessoas que não tem condições para comprar? — pergunta a moradora.

— No meu caso, ainda não estou sofrendo com a falta de água, tenho caixa d'água, mas logo vai terminar. Mas me preocupo com as pessoas que já estão sem água há mais de um dia — explica Claudiomiro Moraes, do bairro Sumaré, em Alvorada.

Chuva afeta 63 cidades e mais de 47 mil pessoas no RS

Em Taquara, um problema elétrico na captação também prejudica o abastecimento de água aos moradores da cidade. A fornecimento deve voltar ao normal no fim da tarde desta terça-feira.

O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Porto Alegre, a Comusa, de Novo Hamburgo e o Semae, de São Leopoldo, afirmam que não há registros de desabastecimento nessas cidades.


Veja os bairros afetados com as inundações das estações de captação:

Alvorada: todos os bairros.

Viamão: todos os bairros.

Gravataí: Morada do Vale I, II e III, Bairro Tom Jobim, Águas Claras, Esplanada, Parque dos Eucaliptos, Parque Garibaldino, Bom Sucesso e Planaltina.

Cachoeirinha: Vista Alegre, Anair, Marechal Rondon, Nova Cachoeirinha, Parque Espírito Santo, Fátima, Jardim do Bosque, Morada do Bosque, Betânia, Canarinho, Chácara das Rosas, Piacenza, Venezia, Firenze, Vicenza, Central Park, Túnel Verde, Santa Cruz, Parque da Matriz (zona alta), Bom Princípio, Vale do Sol, Colinas, Navegantes, Princesa Isabel e Monte Carlo.

Entenda por que não para de chover no Rio Grande do Sul
Leia mais notícias do dia
Curta a nossa página no Facebook

*Diário Gaúcho

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros