A história do ex-gari que virou prefeito no Noroeste do RS - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Das ruas ao poder07/10/2016 | 08h05Atualizada em 07/10/2016 | 10h47

A história do ex-gari que virou prefeito no Noroeste do RS

O novo administrador do município de Derrubadas começou a carreira na prefeitura como auxiliar de serviços gerais, em 1993

A história do ex-gari que virou prefeito no Noroeste do RS Divulgação/Arquivo pessoal
Foto: Divulgação / Arquivo pessoal

O novo prefeito de Derrubadas, município do Noroeste do Estado, a 483km de Porto Alegre, teve uma ascensão no serviço público que chama a atenção: em pouco mais de 20 anos, foi de gari a comandante do Executivo em sua cidade.

Leia mais:
Prefeito e vereador: entenda as funções de cada um

Eleito no domingo passado com 70,56% dos votos, Alair Cemin, 47 anos, foi contratado em fevereiro de 1993, um mês depois da emancipação administrativa do município que pertencia a Tenente Portela, para atividades de serviços gerais: limpeza, capina, recolhimento de lixo e desentupimento de bueiros.

Festa da vitória de Alair no domingo Foto: Divulgação / Arquivo pessoal


Um ano depois, fez concurso público para operador de máquinas. Dali, passou a acumular as funções de motorista de veículos pesados como trator, patrola, retroescavadeira e escavadeira hidráulica. Como foi agricultor até chegar ao trabalho municipal, tinha êxito nas atividades que exigiam força física. Nunca deixou de fazer serviço pesado.

— Nunca teve trabalho que ele não fizesse, nunca teve medo de fazer nada — elogia a esposa, Mirian, 41 anos, merendeira de escola municipal que, garante, não vai abandonar a atual função, conciliando-a com as atividades de primeira-dama.

Na década de 1990, Alair se tornou operador de máquinas Foto: Divulgação / Arquivo pessoal

Leia mais notícias do dia

"Vou lá e faço"


Em 2000, Alair foi eleito vereador pelo PMDB, com 173 votos. Nos últimos oito anos, foi vice-prefeito de Almir José Bagega (PMDB) e também acumulou as atribuições de secretário de Obras.

— Quando fui vereador, sempre continuei trabalhando como operador de máquinas. Ainda hoje, se faltou operador, eu vou lá e faço — conta.

No domingo, Alair derrotou a adversária, a professora Ana Valéria Gaviraghi Bidin (PP), com 1.764 votos contra 736.

— Nunca tive ideia de que seria vereador, vice-prefeito e prefeito, mas o povo quis assim. Quando era agricultor e via uma patrola passar, corria atrás. Não imaginava nem que eu seria operador de máquinas, que dirá prefeito — comenta Alair.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • jjsvoficial

    jjsvoficial

    JJSV#VOTEJJSV Nomes da Música Nacional 2016 do Diário Gaúcho #JJSV VOTAR: https://t.co/6Tz2q37aUA https://t.co/6BcDMrqHbKhá 2 horas Retweet
  • brancosbr

    brancosbr

    renato brancoCanguru Nocauteado... https://t.co/xacIk5zTKZ via @diario_gauchohá 3 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros