Mulher com câncer faz sucesso dançando no quarto do hospital e afirma: "O riso é o melhor remédio" - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

VÍDEO21/10/2016 | 12h40Atualizada em 21/10/2016 | 12h40

Mulher com câncer faz sucesso dançando no quarto do hospital e afirma: "O riso é o melhor remédio"

Norte-americana Ana-Alecia Ayala, 32 anos, descobriu um tumor no útero no final de 2015, mas não se deixa abalar pela doença

Mulher com câncer faz sucesso dançando no quarto do hospital e afirma: "O riso é o melhor remédio" Facebook / Reprodução/Reprodução
Foto: Facebook / Reprodução / Reprodução
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

Se ouvir falar em quarto de hospital, sessões de quimioterapia e paciente com câncer você não precisa pensar em um ambiente ruim, para baixo, depressivo. Essa é a mensagem que a norte-americana Ana-Alecia Ayala, 32 anos, quer deixar para todos que pensam assim.

Mãe de uma menina de três anos, ela descobriu que estava com um tumor no útero em dezembro de 2015, quando tentava engravidar do segundo filho. Para piorar, a doença se espalhou para os ovários e o revestimento do estômago. Precisou passar por uma cirurgia e diversas sessões de quimioterapia.

Leia mais
VÍDEO mostra corrente humana para salvar motorista de carro em chamas
Idosa que trocou quimioterapia por viagem pelos EUA morre aos 91 anos

Ainda assim, Ana-Alecia conheceu uma pessoa que se tornaria uma de suas melhores amigas nesse momento difícil: Danielle. Com ela, gravou um vídeo no quarto do hospital dançando a música "Juju on That Beat", do rapper Zay Hilfigerrr. Publicado na terça-feira passada no Facebook, a gravação teve mais de 6 milhões de visualizações, 91 mil compartilhamentos e 81 mil reações de usuários da rede social até esta sexta.

— Ela sempre trazia revistas e coisas para me manter distraída, mas ela adora dançar. Fizemos um vídeo dançando uma música da Meghan Trainor, mas nunca publicamos. Desta vez ela me encorajou a publicar — contou à emissora de TV norte-americana KVUE.

Ana-Alecia garante que sua intenção é mostrar a outros pacientes com câncer que a doença não precisa ser encarada como uma "sentença de morte". Ao canal de televisão, ela afirmou:

— Quero encorajar pacientes com câncer e entes queridos a saírem de suas zonas de conforto, serem bobos e a dançarem. O riso é o melhor remédio e espero fazer as pessoas sorrirem, mesmo à custa de meus maus passos de dança.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • pfvrxx

    pfvrxx

    narina talvez marina@jugarciarp @falandocarioca @GauchoFalando @10Ronaldinho @diario_gaucho @JornaldoAlmoco_ @_OrgulhoGaucho @RdGaucha @Rafagaucho @vibeoutonohá 29 minutosRetweet
  • jugarciarp

    jugarciarp

    maio, junho, Júlia..@pfvrxx @falandocarioca @GauchoFalando @10Ronaldinho @diario_gaucho @JornaldoAlmoco_ @_OrgulhoGauchohá 31 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros