Conheça o professor Guto, referência para crianças e jovens do Morro da Cruz - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Dia da Consciência Negra19/11/2016 | 10h03Atualizada em 19/11/2016 | 10h03

Conheça o professor Guto, referência para crianças e jovens do Morro da Cruz

Na Biblioteca Comunitária Ilê Ará, no Bairro Partenon, na Capital, docente combina literatura afro, música, dança e um discurso positivo para atrair mais leitores

Conheça o professor Guto, referência para crianças e jovens do Morro da Cruz Bruno Alencastro/Agencia RBS
Biblioteca conta com literatura afro em seu acervo Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Quando conversa com a criançada que participa das atividades na biblioteca comunitária Ilê Ará (que significa Casa do Povo, na língua africana iorubá), no Morro da Cruz, Bairro Partenon, na Capital, o coordenador da biblioteca e professor de História Luiz Augusto Alencar dos Santos, 50 anos, o professor Guto, reforça:

— Nós não precisamos de heróis, precisamos de lideranças.

Leia mais
Biblioteca comunitária do Morro da Cruz comemora dez anos
Os problemas e os desejos de quem vive nos morros de Porto Alegre
Quatro anos depois, família Souza indica problemas que ainda estão sem solução


No cotidiano da biblioteca que atende cerca de 1,5 mil leitores por mês, nomes como Nelson Mandela e Martin Luther King são constantemente citados, bem como outras personalidades negras. Há pouco mais de um ano e meio, Guto viu o movimento da biblioteca afro aumentar.

A música — o rap Por Um Vinte de Novembro é um exemplo —, a dança, e o modo positivo como lida com a criançada são algumas das razões às quais ele atribui a aproximação do público.

— Também por eu ser negro, por estudar bastante — acrescenta o professor.

Grafitado no muro

Reconhecimento estampado Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Outra prova do reconhecimento de Guto como referência na comunidade está estampada no muro da biblioteca, um grafite com o rosto dele, feito recentemente.

— Sou extremamente respeitado e tenho uma responsabilidade enorme com essa gurizada. Me sinto comprometido — afirma.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • cffunkoficial

    cffunkoficial

    CFBoa Noite pra nós família e lembre de comprar o Diário Gaúcho amanha ein! #ÉosGuri Master Beats Recordings Power Recordshá 4 horas Retweet
  • Mavigo34

    Mavigo34

    Marcus Vinicius 🇪🇪Não vale um diário gaúcho! https://t.co/DMJ14u9THxhá 4 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros