Cratera está engolindo terreno de idosa em Viamão - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso03/11/2016 | 08h54Atualizada em 03/11/2016 | 08h54

Cratera está engolindo terreno de idosa em Viamão

É a segunda vez que o Diário Gaúcho relata a situação e até o momento a prefeitura não tomou providências 

Cratera está engolindo terreno de idosa em Viamão Leitor DG/Arquivo pessoal
Foto: Leitor DG / Arquivo pessoal
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

A cada dia que passa e a cada chuva que desaba em Viamão, um buraco na frente da casa da cuidadora de idosos Celanira Cuimbra, 71 anos, aumenta de tamanho. Já ficou tão grande que os filhos de Celanira nem chamam mais de buraco, mas de cratera.

Em agosto, o Diário Gaúcho mostrou, pela primeira vez, o drama da família. A casa é a última da Rua La Plata, no Bairro Jardim do Cocão, e fica ao lado de um riacho. O buraco foi aberto em novembro de 2015, quando desabou um muro de contenção que dividia o fim da rua e o córrego.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

Com a queda, os canos de esgoto que atravessam a rua e passam por baixo do muro também acabaram danificados. Hoje, estão a céu aberto e se desprendendo da terra.

Goiabeira já era

A fissura avançou até o terreno da casa de Celanira e chegou a engolir a cerca. Uma goiabeira que embelezava o pátio também caiu no buraco. Celanira teve de contratar um pedreiro para retirar a cerca e recolocá-la no terreno, alguns metros atrás da cratera, fazendo com que perdesse parte da sua propriedade. O poste de luz na frente da residência também foi afetado pelo aumento do buraco, a ponto de ameaçar cair.

Depois de a primeira reportagem ter sido publicada, a Ceee providenciou um segundo poste para garantir a sustentação do primeiro. No entanto, à época, a prefeitura de Viamão disse que não havia previsão para o conserto e que ele entraria no planejamento da Secretaria de Obras e Serviços Públicos – o que não aconteceu.

— A prefeitura diz que a cratera vai ser colocada na agenda. Depois de agosto, quando saiu a matéria (no Diário Gaúcho), nada foi feito — queixa-se o servidor público Quelson Cuimbra da Silva, 48 anos, filho do meio de Celanira.

Foto: Leitor DG / Arquivo pessoal

Sem estacionar

Do tamanho que está, a cratera força a família a entrar no pátio por uma pequena passagem no portão. Oscar, filho de 38 anos que mora com Celanira, não pode estacionar o carro na frente de casa. Uma vizinha cedeu a garagem temporariamente.

— Daqui uns dias, minha mãe vai ter que fazer uma ponte para entrar em casa. É um total descaso da prefeitura — reclama a filha Karla Cuimbra da Silva, 50 anos.

Leia mais
Atraso em entrega de medicamento provoca constrangimento para moradora de Porto Alegre
Moradores de vila de Viamão caminham mais de 1km para pegar ônibus

Cansada de esperar, Celanira ameaça:

— Se não me derem resposta concreta, vou entrar na Justiça.

Obras prioritárias

A assessoria de imprensa da prefeitura de Viamão informou que a demora para consertar o buraco no terreno de Celanira se deve a obras prioritárias da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, que tiveram de ser realizadas antes do caso da cuidadora de idosos. Desta vez, a prefeitura garantiu que a obra de recuperação do terreno será iniciada ainda nesta semana.

A pasta também informou que Celanira registrou queixa na prefeitura em fevereiro deste ano.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • diario_gaucho

    diario_gaucho

    Diário GaúchoMissa de sétimo dia homenageia as 71 vítimas do acidente com avião da Chapecoense https://t.co/0A2E2J9sp2 https://t.co/3JEvK5fFLEhá 3 minutosRetweet
  • omartinns

    omartinns

    NICOLAS MARTINS RT @henriqdp: separando 1 real pra comprar o diário gaúcho com o poster do gremio amanhãhá 13 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros