Manoel Soares repudia jogadores que agrediram árbitro no Vale do Taquari: "Eles foram covardes" - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Papo Reto17/12/2016 | 10h01Atualizada em 17/12/2016 | 11h59

Manoel Soares repudia jogadores que agrediram árbitro no Vale do Taquari: "Eles foram covardes"

Colunista visitou José Luiz Vicente, agredido em uma partida de futebol na cidade de Doutor Ricardo

Manoel Soares repudia jogadores que agrediram árbitro no Vale do Taquari: "Eles foram covardes" Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Em meu texto da semana passada, contei a vocês sobre como foi ficar cara a cara com um jovem que havia matado a própria mãe. Apesar de não aceitar os problemas de infância e os traumas causados pela miséria como argumento, entendo que um ambiente de violência e de fome produz em nós sentimentos monstruosos. 

Leia outras colunas de Manoel Soares

Mas o que dizer de homens bem-sucedidos, pais de família que atacam a pontapés e a socos um homem de 60 anos por conta de uma partida de futebol? Isso aconteceu na cidade de Doutor Ricardo, cidade do Vale do Taquari a 165km da Capital, com este homem da foto. 

José Luiz Vicente teve três costelas quebradas e dois dentes arrancados por conta das agressões. Tudo ocorreu porque ele era juiz de uma partida de futebol e os agressores não gostaram do resultado. Os mais de 15 homens que se juntaram para bater nele não podem alegar que a miséria e pobreza são as causas de sua maldade. Eles foram covardes no sentido mais escroto da palavra. 

Racismo

Eu visitei Seu Vicente e o que mais me chocou foi ver ele dizer que, apesar de ser espancado, o que mais doeu foi ser chamado de "negro macaco" enquanto apanhava. Depois desse absurdo, #EuSouVicente.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros