Comerciante de Capela de Santana aguarda cirurgia no fêmur há 10 anos - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu Problema é Nosso05/01/2017 | 08h04Atualizada em 05/01/2017 | 08h04

Comerciante de Capela de Santana aguarda cirurgia no fêmur há 10 anos

Keli tem consulta marcada para o dia 25, mas sem previsão da operação

Comerciante de Capela de Santana aguarda cirurgia no fêmur há 10 anos Leitor DG/Arquivo Pessoal
Foto: Leitor DG / Arquivo Pessoal

Desde os 13 anos, a comerciante Keli Pauline Finger não sabe como é viver sem dor. Hoje, aos 23, a moradora de Capela Santana (a 54km da Capital) vê na cirurgia no fêmur esquerdo a esperança de acabar com as dores na perna que a impedem de caminhar longas distâncias e de ficar muito tempo de pé.

— Se eu fico um pouco de pé, já preciso sentar porque começa a doer. Me dá um tipo de choque no joelho — comenta Keli.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

Infecção

A comerciante conta que o problema foi percebido em setembro de 2006. Ela relata que estava deitada num colchão no chão e não conseguiu levantar.

No mesmo dia, Keli buscou atendimento médico em Capela de Santana e recebeu a notícia de que, se não fizesse uma cirurgia, poderia perder o movimento das pernas. Tempos depois, soube que o problema teria sido originado por uma infecção que levou ao desgaste na cartilagem entre o fêmur esquerdo e o quadril.

A indicação médica era a colocação de uma prótese no fêmur. Mas a família não conseguiu realizar o procedimento por falta de condições financeiras.

Keli chegou a fazer fisioterapia durante um ano, mas não deu resultado. Pelo contrário, passou três anos de sofrimento. O primeiro ficou numa cadeira de rodas, outro na cama e o terceiro usando muletas. Neste período, Keli deixou a escola.

Cirurgia

Em dezembro de 2015, após uma consulta no Hospital da Ulbra, em Canoas, foi informada de que necessita de intervenção cirúrgica o quanto antes.

— Os médicos me disseram que só a cirurgia pode resolver o meu problema.

Keli aguarda desde fevereiro de 2016 uma nova consulta para mostrar os exames e encaminhar a cirurgia via Sistema Único de Saúde. No entanto, não obteve retorno.

Leia mais
Aposentada aguarda cirurgia de retirada de osso e plástica no crânio desde agosto de 2016
Falta de vagas em creche municipal de Cachoeirinha pode fazer mãe ficar sem emprego
Há quatro meses, morador de Porto Alegre aguarda perícia do IGP para liberar moto

Consulta marcada para dia 25

A Secretaria de Saúde de Canoas informou que a paciente Keli Pauline Finger tem consulta agendada no Hospital da Ulbra, em Canoas, no dia próximo dia 25, às 8h, para mostrar os exames.

Quanto ao encaminhamento para a cirurgia, a secretaria foi questionada, mas não retornou a solicitação.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • gauderioricardo

    gauderioricardo

    Ricardo Reischakhttps://t.co/umt1qLEPNV via @diario_gauchohá 53 minutosRetweet
  • ClaraGuimarae

    ClaraGuimarae

    Maria ClaraRT @DailyDaphneB: As meninas apareceram em um trecho da matéria do site Diario Gaúcho https://t.co/OyfVrU3hdg https://t.co/IQ4bOr5diChá 2 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros