Após liminar na Justiça, prefeitura adia retirada de portões em condomínios da Zona Norte  - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Polêmica na Capital02/03/2017 | 12h35Atualizada em 02/03/2017 | 17h47

Após liminar na Justiça, prefeitura adia retirada de portões em condomínios da Zona Norte 

Saída dos técnicos sem a remoção dos portões aconteceu devido à existência de uma liminar na Justiça que suspende a retirada

Após liminar na Justiça, prefeitura adia retirada de portões em condomínios da Zona Norte  Omar Freitas/Agencia RBS
Moradores permaneceram em frente ao São Francisco enquanto Smov estava no local Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

A Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov) de Porto Alegre recuou na retirada dos portões de um conjunto de condomínios na Zona Norte de Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira. Os residenciais São Francisco, São Francisco de Assis e São Francisco de Paula, no Bairro Rubem Berta, brigam na Justiça com a Smov há cinco anos em função de manterem portões de entrada em vias públicas sem saída. Para esta manhã, estava marcada a retirada dos gradis.

Técnicos da Smov estiveram no local por volta das 9h30min, acompanhados da Guarda Municipal, levando uma retroescavadeira e um caminhão. Com medo de ver a entrada do São Francisco destruída, a síndica Rita Luciene Porto Pereira, 43 anos, que mora no local desde 2009, quando os prédios foram construídos, mandou retirar o portão provisoriamente, que foi recolocado após a Smov ir embora.

— Eles disseram que, se não tirássemos, a máquina ia passar por cima — diz Rita.

Vizinhos acompanharam conversa entre representantes da Smov, da BM e da Guarda Municipal Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

A Smov informou que, ao chegar ao local, a equipe tomou conhecimento de uma liminar da Justiça que proíbe a retirada dos portões até que seja realizada uma audiência no Ministério Público — a qual deverá ser marcada em até 20 dias. 

Somente após essa audiência haverá uma decisão sobre o que será feito com os gradis dos condomínios.  

Gradis garantem proteção contra violência no São Francisco de Paula Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Entenda

A Rua José Barcellos Garcia começa dentro do condomínio São Francisco e termina no São Francisco de Paula. Nas extremidades dos residenciais existem os salões de festas. A via é sem saída dos dois lados. 

Moradores se mobilizaram para evitar a retirada dos portões Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

O trecho final da Rua Paulo Ketzer de Souza passa por dentro do São Francisco de Assis e tem um bloco de apartamentos no final. 

Portão segue em frente ao condomínio São Francisco de Assis Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

— Só quem mora no condomínio precisa usar esse pedaço da rua, porque não tem saída, não tem pra onde outros carros irem — defende a síndica do São Francisco de Assis, Marilucia dos Santos, 49 anos. 

Veja no mapa abaixo como é a disposição das ruas entre os condomínios:

Foto: Arte ZH / ClicRBS

Existe um projeto de lei pendente de aprovação na Câmara Municipal de Porto Alegre (PLL 230/16) que visa, em prol da segurança dos moradores, a permissão de fechamento parcial de espaços urbanos desde que não prejudique o trânsito de pedestres ou veículos não residentes. 

Produção: Shállon Teobaldo


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • soldovitti

    soldovitti

    RT @portalrafavitti: Nota (21) sobre a participação do Rafael no evento "La Bella Kids" esse fim de semana em Porto Alegre,no jornal local,…há 13 minutosRetweet
  • Carladornelles9

    Carladornelles9

    CD@diario_gaucho O resto é fácil, o importante é não morrer atropelado na faixa de segurança, affffff gente tosca que não sabe pra que existehá 44 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros