"BBB 17": equipe de Marcos promove campanha para tirar Emilly da casa - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Amor, amor, negócios à parte06/03/2017 | 15h07Atualizada em 06/03/2017 | 15h49

"BBB 17": equipe de Marcos promove campanha para tirar Emilly da casa

Fãs acusaram família Harter de preconceito contra a jovem, mas irmã do médico disse que ela e os pais não têm acesso aos perfis na internet

"BBB 17": equipe de Marcos promove campanha para tirar Emilly da casa Divulgação / GShow/GShow
Foto: Divulgação / GShow / GShow

Dentro da casa, troca de carícias e afeto. Fora, a competição é pra valer. Na noite de domingo, quando foi anunciado o paredão triplo no Big Brother Brasil 17 entre Marinalva, Pedro e Emilly, a equipe do brother Marcos Harter iniciou uma campanha nas redes sociais para eliminar da competição a jovem que roubou o coração — e o foco — do médico.

Leia mais
Mãe do BBB Marcos desaprova caso do filho com Emilly: "menina mal educada"
"Ele há de acordar para o jogo", diz irmã de Marcos, sobre romance com Emilly e disputa na casa

Um card com a hashtag #ForaEmilly passou a ser divulgado no Facebook, Instagram e Twitter oficiais de Marcos. Mesmo que a equipe que administra os perfis tenha ressaltado que estava defendendo os interesses do médico no jogo, e que o relacionamento dele com Emilly poderia continuar fora da casa, houve quem se ofendeu com a campanha e chegou a acusar a família do médico de preconceito.

Irmã de Marcos, a advogada Caroline Harter disse que ela e os pais não têm acesso a essas contas, responsabilidade que Marcos passou aos sócios Juliano e Carol antes de entrar na casa. Segundo a irmã, os fãs pensam que a sócia é ela, e esquecem que Emilly e Marcos, mesmo tendo um caso, são rivais na competição. 

— Não é a família. São amigos e sócios dele. Eu nunca tive senha de Twitter, Instagram e Facebook dele. Eu até bloqueei meu perfil do Instagram porque as pessoas vieram me ofender — disse Caroline.

Foto: Reprodução / Instagram

Com receio do comportamento dos fãs, Caroline chegou a deletar uma foto do filho pequeno e decidiu que ela e os pais não iriam mais se manifestar sobre o relacionamento de Marcos com Emilly. Na semana passada, a mãe de Marcos, Henilda Harter, declarou que considera Emilly uma "menina mal educada" e que não vê a hora de que o namoro chegue ao fim.

— Nos chamaram de preconceituosos, de racistas, disseram que nós não queremos a Emilly na família porque ela é pobre. Até de nazistas chamaram a gente, porque somos de origem alemã. Tem um público muito fanático aí — lamentou Caroline.

A advogada reforçou que os sócios de Marcos, o casal Juliano e Carol, estão fazendo a campanha conforme o que consideram certo para garantir a vitória do colega de consultório no jogo. E que pedir o #ForaEmilly não passa de estratégia.

— As colocações que a equipe está fazendo não são pessoais, é estratégia de jogo. Pronto. Na vida pessoal do Marcos, a gente não se mete — frisou.

Leia outras notícias


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • alberineto

    alberineto

    Alberi NetoNada mais legal que conhecer o @giovanigrizotti e saber que ele admira o trabalho do Diário Gaúcho, onde eu tenho a felicidade de estar.há 1 horaRetweet
  • anapaula_2006

    anapaula_2006

    Ana Paula Fonsecahttps://t.co/aqQOV6S2KN via @diario_gauchohá 3 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros