Crateras abertas em Porto Alegre pela prefeitura aguardam conserto desde abril deste ano  - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso14/07/2017 | 08h19Atualizada em 14/07/2017 | 08h19

Crateras abertas em Porto Alegre pela prefeitura aguardam conserto desde abril deste ano 

Buracos são fundos e, além de atrapalhar a passagem pela calçada, representam perigo

Crateras abertas em Porto Alegre pela prefeitura aguardam conserto desde abril deste ano  Arquivo Pessoal/Leitor/DG
Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Desde abril deste ano, a assistente de cobranças Vanessa Ribeiro Braga, moradora do Bairro Rubem Berta, em Porto Alegre, aguarda uma resposta da prefeitura sobre duas crateras que foram abertas em frente à sua casa. Os buracos foram feitos pela administração municipal na Rua Alberto Sehbe Simon.

Segundo a moradora, que desde então já ligou várias vezes para a Ouvidoria do Paço Municipal, o conserto da calçada ficou só na promessa.

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!

O problema começou na véspera do feriado de Tiradentes, quando uma equipe da prefeitura abriu o primeiro buraco. Vanessa foi pega de surpresa ao chegar em casa e ver o estrago na calçada de casa.

Manutenção

Ela entrou em contato com o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) – já que os cavaletes colocados no local eram do órgão. No entanto, descobriu que o responsável pela obra era o Departamento de Esgotos Pluviais (Dep). Por telefone, a informação dada era de que os buracos foram abertos para uma manutenção na rede pluvial.

Foto: Arquivo pessoal / Leitor/DG

Dificuldade

— Eu liguei diretamente para a ouvidoria e me disseram que seria tudo resolvido em uma semana. Depois, liguei novamente, e de novo. Porém, até hoje, continua igual — desabafa Vanessa.

Além dos dois buracos – um deles localizado bem em frente ao portão da casa da assistente de cobranças –, a areia que sobrou das obras ainda ficou na via, dificultando a saída da residência. Cada abertura tem cerca de 3m de largura e 2m de profundidade.

Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

— Eu saio a pé. Mas, se tivesse um carro, ou até uma bicicleta, já seria uma novela passar por esse buraco bem no meu portão — reclama a moradora.

Leia mais
Ame: crianças com doença rara precisam de R$ 3 milhões para custear tratamento. Saiba como ajudar
Prefeitura de Viamão não cumpre prazo, repete promessa e rua segue com problemas de pavimento e esgoto
Transplantada duas vezes, idosa precisa de medicamentos que custam quase R$ 100 mil por mês

Não há previsão para conserto ocorrer

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb), por meio do Dep, informou que os buracos foram abertos em frente à casa de Vanessa em função de um rompimento na rede pluvial.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a SMSUrb disse que "o serviço chegou a ser iniciado", mas não foi concluído por falta de uma "empresa contratada para manutenção e conservação dos sistemas de manejo de águas pluviais urbanas".

Não há previsão para fechar os buracos, segundo informou o órgão. Isso só será possível depois que for concluído o processo de contratação de uma nova empresa para fazer a manutenção dos sistemas pluviais – o que ainda não aconteceu.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • El_Guaipeca

    El_Guaipeca

    El Guaipeca@rbsnoticias @bg_rs @diario_gaucho Cheiro de enxofre que chega longe, dessa CMPC em Guaíba! Não se dorme com esse mau odor, tosse horrível!há 4 horas Retweet
  • El_Guaipeca

    El_Guaipeca

    El GuaipecaEm Guaíba, Protetores de animais pedem socorro para alimentar, tratar, castrar medicar necessitados. @diario_gaucho… https://t.co/IH5aaETNujhá 8 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros