Cobra gigante vira banquete depois de atacar homem na Indonésia - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Quem come quem?05/10/2017 | 15h51Atualizada em 05/10/2017 | 15h51

Cobra gigante vira banquete depois de atacar homem na Indonésia

O caso aconteceu na ilha de Sumatra no último sábado


Píton
A píton pode chegar aos 150 quilosFoto: HANDOUT / AFP

Quando um homem da Indonésia foi atacado por uma píton gigante, de 7,8 metros de comprimento, poucos esperavam que a cobra perdesse a luta. Mas foi isso que aconteceu. E não foi só isso, depois de matar a da píton, a comunidade cortou, fritou e comeu o animal. 

  Leia mais
Luisa Mell declara: "Não devolvo esses cães nem presa"
Hoje em A Força do Querer: Bibi descobre que traição de Rubinho não terminou
Guri de Uruguaiana fala sobre horário de verão: "Eu sempre achei mais inútil do que a tal tomada de três pinos!"   

Sutarja, policial que atendeu o caso afirmou para a agência AFP que Robert Nababan, o homem que foi atacado gosta de comer cobras, e por isso tentou capturar a píton. Em algumas partes da Indonésia, carnes exóticas como a do animal, são consideradas iguarias.

Nababan, 37 anos, é segurança de uma plantação e encontrou a cobra enquanto fazia patrulha no local. O caso aconteceu no último sábado, 30 de setembro. Quando o guarda tentou capturar a cobra foi atacado por ela e quase perdeu o braço. Um colega e outros moradores da ilha conseguiram deter o animal gigante.

A surpreendente história começou a circular nas redes sociais depois que imagens registradas pela polícia de Batang Gansal, na ilha de Sumatra, foram divulgadas nesta quarta-feira (4).

Píton
Imagens registradas pela polícia de Batang Gansal, na ilha de SumatraFoto: HANDOUT / AFP

Banquete assustador

A píton pode chegar aos 150 quilos, e tem em média 7 metros e 30 centímetros, mas pode chegar aos 10 metros de comprimento. Essa cobra é encontrada principalmente na Ásia e África. Existem cerca de 28 espécies de píton, as variedades grandes normalmente se alimentam de pequenos mamíferos e pássaros, as pequenas comem anfíbios e outros répteis.

  Leia outras notícias do Diário Gaúcho   


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros