Feirões de renegociação para começar 2018 livre das dívidas e dicas para não se endividar de novo - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Encare a Crise21/11/2017 | 11h10Atualizada em 21/11/2017 | 11h10

Feirões de renegociação para começar 2018 livre das dívidas e dicas para não se endividar de novo

Oportunidades para sair do vermelho não faltam, mas sem prever bem o que pode pagar, o buraco pode ficar mais fundo

Feirões de renegociação para começar 2018 livre das dívidas e dicas para não se endividar de novo Divulgação/Agência Caixa de Notícias
Caminhão da Caixa está estacionado ao lado do Mercado Público Foto: Divulgação / Agência Caixa de Notícias
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

O final do ano está com boas oportunidades abertas para os endividados que estão com o nome sujo na praça. Isso porque bancos, entidades ligadas ao varejo e à defesa do consumidor estão com oportunidades abertas ou por abrir para renegociação das dívidas. Nesta segunda-feira (20), começou o Super Feirão Zero Dívida, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL POA). 

Leia mais
O que você precisa saber na semana da Black Friday
PIS/Pasep dos idosos: segunda fase está sendo paga
Black Friday: dicas para aproveitar a data e comprar passagens aéreas mais baratas

O #Quitafacil, da Caixa Econômica Federal, promete descontos especiais para pagamento à vista até o dia 28 de dezembro. Já o Feirão Limpa Nome da Serasa, pela internet, vai até 30 de novembro reunindo grandes, médias e pequenas empresas de diversos segmentos de todo o Brasil. Já nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, é a vez do 2º Mutirão de Renegociação de Dívidas, iniciativa do Procon Porto Alegre com a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). 

Contas na ponta do lápis

– O objetivo principal é acabar com o superendividamento da população, que poderá utilizar o seu 13º salário para reprogramar suas dívidas – afirma a diretora executiva do Procon Porto Alegre, Sophia Martini Vial.

Para aproveitar bem essas oportunidades, o consumidor precisa estar atento. Colocar na ponta do lápis todas as dívidas e eliminar despesas supérfluas ou desnecessárias são alguns passos importantes antes da negociação.

– Esses passos são extremamente necessários, pois só se deve buscar a renegociação de dívidas quando se tiver condições de pagar, ou seja, após conhecer as finanças e planejar. Um passo precipitado pode até piorar a situação – alerta o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos.

Veja como participar dos feirões:

Feirão Zero Dívida CDL/POA

A CDL POA promove até 1º de dezembro o Super Feirão Zero Dívida. A iniciativa facilita a renegociação de dívidas, com condições especiais junto às empresas participantes. O Procon também fará atendimento no local, para esclarecer dúvidas dos consumidores. 

- Onde: Centro de Atendimento ao Consumidor (Ceacon) da CDL e SCPC (Rua Senhor dos Passos, 229), Centro da Capital.
- Atendimento: de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 20h. No dia 1º de dezembro, o encerramento será mais cedo, às 18h.
- Empresas participantes: Agata Jóias Consignados, Agiplan Financeira, Banco Agiplan, Banco Topazio, Banrisul, Benoit, Certel, Colombo, Corsan, Consórcio Agiplan, CR Die Mentz, EJA Universitário, Embeleze, Feitiço Infantil Com. Confecções Ltda, GBOEX Grêmio Beneficente, Gladis Elaine dos Santos de Souza/GE Representações, Herval, Instituto da Construção Porto Alegre, Lebes, MBM Previdência Complementar, Multitel, Portocred, Praticard, QI Informática LTDA, Raimunda Helena Oliveira Lisboa, SED – Sistema de Ensino a Distância, Senac RS, Suppercard, Ughini, Unimed Federação e Verdecard.

#Quitafacil da Caixa Federal

Clientes com dívidas em atraso junto à Caixa Econômica Federal no Rio Grande do Sul terão oportunidade para renegociar com algumas vantagens. O banco lançou a campanha #Quitafacil, que promete descontos especiais para pagamento à vista. Podem participar clientes pessoa física e jurídica que possuam contratos em atraso, como cartões de crédito, empréstimos pessoais e financiamento de carros e imóveis. 

- Até sexta-feira (24), no caminhão da Caixa estacionado ao lado do Mercado Público, Centro da Capital. Atendimento das 9h às 18h.
- Até dia 28 de dezembro, atendimento em qualquer agência da Caixa Federal.
- Outras formas de atendimento podem ser acessadas pelo telefone 0800-726-8068, opção 8.
- Mais informações neste link.

Feirão Limpa Nome da Serasa

Até 30 de novembro, consumidores com dívidas atrasadas têm a oportunidade de renegociar suas pendências sem sair de casa, usando o computador, o tablet ou o smartphone, com a nova edição do Feirão Limpa Nome da Serasa, que reúne grandes, médias e pequenas empresas de diversos segmentos. O evento permite a renegociação pela internet diretamente com esses credores de forma gratuita. 

- Acesse o portal do Feirão Limpa Nome.
- Caso seja a primeira vez, será preciso realizar cadastro com o número de CPF, nome da mãe, e-mail, telefone e criar uma senha de acesso. O site está disponível 24 horas.
- Após o acesso ao site, o internauta será direcionado para a página onde estão listadas as dívidas que constam na base de dados da Serasa e que podem ser negociadas com as empresas participantes.
- O consumidor inadimplente deve verificar se a empresa para a qual está devendo participa do programa.
- Na página, serão apresentados os canais de atendimento oferecidos por cada credor. É por eles que ocorrerá a negociação (telefone, e-mail ou chat).
- As empresas participantes prometem vantagens exclusivas porque têm à disposição ferramentas da Serasa que permitem analisar a situação de cada consumidor individualmente.

2º Mutirão de Renegociação

O Procon Porto Alegre, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), realizará o 2º Mutirão de Renegociação de Dívidas junto a diversas instituições financeiras. 

- Onde: sétimo andar do prédio 50 da PUCRS (Avenida Ipiranga 6.681, bairro Partenon, Porto Alegre)
- Quando: dias 30 de novembro e 1º de dezembro, das 8h30min às 17h
- Empresas participantes: Bancos Agiplan, Caixa Federal, Itaú, Bradesco, Santander e Portocred. Empresas de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM.
- Instituições como Banco do Brasil, BMG e Cetelem atenderão aos clientes interessados em renegociação no site www.portaldoconsumidor.gov.br/. É preciso ter uma conta de e-mail válida. 

8 dicas para não voltar a ficar endividado

1. Liste todas as suas dívidas em atraso, como cartão de crédito, cheque especial, financiamentos, lojas, cheques sem fundos, condomínio e contas fixas como água, luz, internet, mensalidade escolar etc. Se tiver dúvidas das empresas para as quais esteja devendo, é possível obter a relação das contas em atraso junto aos serviços de cadastro de negativação de crédito.

2. Solicite ao credor dados detalhados da dívida como saldo devedor atualizado, encargos, total de parcelas pagas e faltantes, taxa de juros contratada e período de inadimplência. Essa informação deve ser dada presencialmente ou via Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) das lojas e bancos. 

3. Organize, então, por ordem de prioridade. As primeiras a serem quitadas devem ser as que afastam o consumidor de serviços básicos – como luz, telefone e água –, o cartão de crédito e o cheque especial, com juros altíssimos e que fazem a dívida como um todo crescer sob efeito de bola de neve. Em seguida, devem vir as que o tenham encaminhado para cadastros negativos de consumidores como Serasa e SCPC. 

4. Veja em seu orçamento o quanto pode dispor por mês para pagar dívidas atrasadas – e nesse caso vale a pena pegar dinheiro da poupança (cujo rendimento é bem mais baixo do que o juro da dívida), alguma renda extra que tenha surgido, como PIS/Pasep ou restituição de imposto de renda. Em alguns casos, vale a pena até vender o automóvel para se livrar logo da dívida em atraso. Outra dica é pegar um crédito consignado, que tem juros mais baixos, para quitar uma dívida com juro mais alto. 

5. No contato com os credores, peça descontos para quitação à vista dos débitos ou retomada dos pagamentos, explicando sua situação de dificuldade em pagar. A nova condição oferecida costuma ser de alongamento do número de parcelas ou abatimento de juros (está é a opção mais vantajosa). Nunca aceite a primeira proposta, mesmo que ele diga que não tem alçada para negociar um valor mais baixo. Faça a sua contraproposta.

6. Quando for renegociar a dívida, esteja certo de que poderá pagar o que propôs. Não adianta renegociar e depois começar a dever de novo, pois pode piorar a situação. Uma nova dívida leva o nome para o cadastro de inadimplentes mais uma vez, impedindo de ter acesso a crédito, além de dificultar novas tentativas de renegociação.

7. Enquanto recoloca as contas em dia, peça o cancelamento do cartão de crédito e cheque especial até que consiga se equilibrar nas finanças. Também evite novos parcelamentos que possam corroer uma fatia generosa de seu salário. 

8. Depois que fizer os pagamentos em atraso, certifique-se de que seu nome foi excluído de cadastros negativos como Serasa e SCPC. Pelo Código de Defesa do Consumidor, o nome do cliente deve ser excluído do cadastro de devedores em até cinco dias úteis após ele ter regularizado sua situação. 

FONTES: educadora financeira Camila Bavaresco e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros