Histórias de quem trabalha para um Natal mais feliz - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Solidariedade25/11/2017 | 07h00Atualizada em 25/11/2017 | 07h00

Histórias de quem trabalha para um Natal mais feliz

A 30 dias do Natal, saiba como ajudar pessoas que correm contra o tempo para deixar a data mais alegre para crianças de comunidades carentes 

Faltando um mês para o Natal, o Diário Gaúcho reuniu iniciativas de pessoas que correm contra o tempo para fazer festas beneficentes em comunidades carentes. Em tempos de crise e aperto no bolso, quem organiza os eventos aceita desde doações mais singelas como pão, molho e salsicha para o cachorro-quente da gurizada até brinquedos novos ou usados. Para os personagens ouvidos pela reportagem, o importante é fazer diferença no Natal de quem, provavelmente, não receberia a visita do Bom Velhinho. 

Quem faz a comemoração acontecer garante que o esforço e a correria atrás de doações valem a pena:

— É encantador ver a alegria no olhar de quem doa e da criança que recebe o brinquedo — comenta Alexandra Powar, assistente social do Lar de Idosos Bom Jesus, em Gravataí. A casa recolhe doações de brinquedos e alimentos para realizar uma festa de Natal em uma creche comunitária do município. No evento, os papais-noéis serão os próprios vovôs e vovós do asilo. 

Leia mais
Campanha Natal do Bem, do Grupo RBS, arrecada doações para o Banco de Alimentos
Natal do Bem: doação de alimentos ajuda aposentados em ONG de Porto Alegre
Saiba como participar do Natal do Bem, campanha do Grupo RBS que arrecada doações para o Banco de Alimentos

Uma doação, dois motivos para sorrir
Pelo segundo ano consecutivo, o Lar de Idosos Bom Jesus, em Gravataí, fará uma festa para crianças de uma creche comunitária. A celebração terá brinquedos, cachorro-quente e apresentação musical. Segundo a assistente social do lar, Alexandra Powar, já foi possível arrecadar metade dos brinquedos para as crianças, mas ainda é preciso mais.  

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 21/11/2017 - Lar Bom Jesus, do Bairro Bonsucesso, de Gravataí - Pessoas que estão mobilizadas para fazerem festas de Natal beneficientes. (FOTO: ROBINSON ESTRÁSULAS/AGÊNCIA RBS)
Asilo de Gravataí arrecada alimentos e brinquedos para creche comunit[ariaFoto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Anna Troian de Borba, 81 anos, moradora do asilo há três, avisa que o evento é singelo, mas a motivação é nobre:

— Só queremos fazer as crianças felizes.

O objetivo da iniciativa é mostrar que os idosos ainda estão inseridos na sociedade. Para Alexandra, a alegria dos vovôs e das vovós ao presentear as crianças vale qualquer esforço:

— Eles (os idosos) gostam muito de crianças, vê-las faz muito bem para eles. Toda vez que vem uma criança aqui (no asilo), eles se emocionam. E fora que a gente se sente muito bem, unimos as gerações. 

Não à toa, o nome da campanha para receber doações é Um Brinquedo, Dois Sorrisos. O asilo aceita doações até o dia 15 de dezembro, pela manhã.

Para ajudar
– Quem promove a festa: Lar de Idosos Bom Jesus, de Gravataí
– Para quem: 25 crianças da Escola de Educação Infantil Acecovale-Eceia, do Bairro Morada do Vale I
– Quando: 15 de dezembro, às 15h
– O que precisam: brinquedos para crianças entre dois e 10 anos, guloseimas, pão para cachorro-quente, salsicha e refrigerantes
– Onde doar: no Lar de Idosos Bom Jesus (Rua Estácio dos Santos, 1.351, bairro Bonsucesso), no Supermercado Gomes (Rua Itacolomi, 1.675, Bairro São Geraldo, Parada 72) e no Supermercado Portal (Estrada Itacolomi, 1.142, bairro Bonsucesso)
– Contato: fones (51) 3421-2276 e (51) 98655-8478

Mobilização que motiva colegas de trabalho
A auxiliar administrativa Angela Ribeiro da Silva, 40 anos, está preparando uma festa para as crianças do bairro Índio Jari, em Viamão, onde mora há 35 anos. Além da entrega de brinquedos, haverá torneio de futebol, lanche e apresentação de grupo de dança.

 PORTO ALEGRE,RS,BRASIL. Angela Silva, faz campanha para doações de brinquedos.(RONALDO BERNARD/AGENCIA RBS).
Angela mobilizou colegas de trabalhoFoto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

A iniciativa de Angela já mobilizou inclusive seus colegas de trabalho: 20 voluntários da sua empresa irão ajudar no dia da festa. Pelo terceiro ano consecutivo, ela se encarrega de tirar o evento do papel:

– Para mim, esse é um momento de gratidão. Eu conheço a realidade dessas crianças, são carentes, algumas não têm nenhum brinquedo. Com esse esforço, conseguimos proporcionar alegria para elas. É algo simples, mas que também nos faz felizes. É uma forma de retribuir as coisas boas que nos acontecem durante o ano. 

Com os colegas, Angela já conseguiu a doação de cem brinquedos, mas corre contra o tempo para nenhuma criança ficar de mãos vazias. 

Para ajudar
–  Quem promove a festa: Ângela Ribeiro da Silva, moradora há 35 anos do bairro Índio Jari, em Viamão
– Para quem: 200 crianças do bairro Índio Jari
– Quando: 17 de dezembro, às 10h, no Campo do Jari, na Rua Marechal Rondon, 9
– O que precisa: brinquedos, guloseimas, pão para cachorro-quente, salsicha e refrigerantes
– Onde doar: na recepção da Aliança Administração de Imóveis (Rua Dona Laura, 503, bairro Rio Branco, Porto Alegre) e na Rua França, 128, bairro Índio Jari, Viamão
– Contato: fones (51) 99157-6949 e (51) 3435-4410

Promessa que virou missão
Há 22 anos, o esforço da operadora de telemarketing Vera Ranheiri, 52 anos, se repete. Ela promove uma festa de Natal para crianças do bairro Belém Novo, na zona sul da Capital, que já é famosa entre os moradores. A iniciativa é para cumprir uma promessa feita ao saber que jamais poderia engravidar. Se conseguisse realizar o sonho de ter um filho biológico, faria festas de Natal e distribuiria brinquedos as crianças carentes enquanto vivesse. Em setembro do ano seguinte, nasceu seu único filho, Douglas, hoje com 21 anos.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 22/11/2017 - Dona Vera que há 20 anos faz festas beneficentes de Natal para crianças do Belém Novo. (FOTO: ROBINSON ESTRÁSULAS/AGÊNCIA RBS)
Vera corre contra o tempoFoto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Mas não é fácil manter a promessa de pé. Este ano, garante ela, está mais difícil conseguir doações:

— Nesta época do ano passado, eu já tinha muito mais coisas. Tenho, por enquanto, 50 brinquedos, mas minha festa será para 300 crianças.

A festa terá chegada do Papai Noel e lanche. E, como todos os anos, Vera fará esforços para dar cestas básicas para cada família, o que é o mais difícil de arrecadar, segundo ela:

— Ano passado, não consegui alimentos para todos e sorteei os que tinha. São famílias bem necessitadas. São pessoas que fui conhecendo ao longo do tempo e pelas quais me sinto responsável. 

Para ajudar
– Quem promove a festa: Vera Ranheiri, do bairro Belém Novo, faz a festa de Natal há 22 anos
– Para quem: 300 crianças do bairro Belém Novo
– Quando: 17 de de dezembro, às 17h, na Sociedade Esportiva Xavante
– O que precisa: brinquedos para crianças de zero a 10 anos, guloseimas, pão para cachorro-quente, salsicha, tomate, cebola, molho de tomate, refrigerantes, balões, copos e pratos descartáveis, alimentos de cesta básica e bolo (qualquer tamanho ou sabor)
– Como doar: Rua Eustáquio Inácio da Silveira, 510, bairro Belém Novo, Porto Alegre
– Contato: fones (51) 3246-1005 ou (51) 99857-5173 

Esforço para atender o desejo das cartinhas
Tema de reportagem no Diário Gaúcho em agosto de 2015, o ex-morador de rua Eduardo Flores, 32 anos, está consolidando cada vez mais seu trabalho social. Este ano, além de distribuir duas mil refeições por mês a moradores de rua, quer fazer a diferença no Natal de 500 crianças de quatro comunidades carentes da Capital. 

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 21/11/2017 - Eduardo Flores, do Bairro Glória, de Porto Alegre - Pessoas que estão mobilizadas para fazerem festas de Natal beneficientes. (FOTO: ROBINSON ESTRÁSULAS/AGÊNCIA RBS)
Eduardo não quer deixar nenhuma criança sem presenteFoto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

As crianças estão escrevendo cartinhas com seus pedidos de Natal, que serão adotadas por quem quiser participar da ação de Eduardo. Mais de 300 cartinhas já foram escritas. Algumas já foram adotadas, mas muitos pequenos ainda correm risco de ficar sem seu presente:

– Peço que as pessoas adotem as cartas e entreguem os brinquedos até o dia 15 de dezembro, para que possamos organizar o presente de acordo com a criança que o pediu – explica ele. 

Toda a mobilização está sendo organizada na casa de Eduardo, no bairro Glória. É lá que a pessoa deve ir buscar a cartinha e depois levar o presente:

Além de um dia de brincadeiras e do sonhado presente de Natal, Eduardo pretende dar às crianças um kit de doces e até uma cesta básica – se for possível conseguir doações suficientes para todas:

– O que me motiva é ver a alegria das crianças, as acompanho quase que diariamente. E a maioria pede, além de brinquedo, uma ceia de Natal, material escolar, roupas e bicicleta. 

Para ajudar
– Quem promove a festa: Eduardo Flores, ex-morador de rua que dedica a vida para ajudar necessitados
– Para quem: 500 crianças do Beco X e Vila Arena, ambos no bairro Humaitá, do Beco do Buda, no bairro Chapéu do Sol, e da Ilha dos Marinheiros
– Quando: para as crianças do Beco do Buda, no dia 23, e nas outras três comunidades, no dia 24
– O que precisa: pessoas que queiram adotar as cartinhas, aluguéis de cama elástica, de piscina de bolinhas e de tobogã, refrigerantes, guloseimas, alimentos de cesta básica e panetones
– Onde doar: Rua Manduca Rodrigues, 621, casa 6, bairro Glória, Porto Alegre
– Contato: fones (51) 98418-2343 e (51) 99465-8713, www.facebook.com/projetovalentesdedavi

Mais oportunidades para ajudar
– Quem promove a festa: Vitória Marques, presidente da Associação de Mulheres Unidas pela Esperança, promove a festa de Natal há 12 anos  
– Para quem: 400 crianças do Morro da Polícia, em Porto Alegre
– Quando: 23 de dezembro, às 14h
– O que precisa: alimentos para cesta básica, torta, pão para cachorro-quente, salsicha, refrigerantes e brinquedos para crianças de zero a 10 anos
– Como doar: na Travessa Coronel Rêgo, 248, fundos, bairro Aparício Borges, Porto Alegre
– Contato: fone (51) 98119-0892

– Quem promove a festa: Pastoral da Criança da Vila Maria da Conceição
– Para quem: cem crianças da Vila Maria da Conceição
– Quando: 17 de dezembro, às 16h
– O que precisa: brinquedos para crianças entre zero e sete anos, pão para cachorro-quente, salsicha e molho de tomate
–  Como doar: na Rua Onório Lemos, 82, bairro Partenon, próximo a Igreja São Judas Tadeu, Porto Alegre
–  Contato: fones (51) 99335-1865 e (51) 98458-8631 

– Quem promove a festa: voluntários do Grupo Criança Feliz Amigos do Bem
– Para quem: 800 crianças e adolescentes em vulnerabilidade social das comunidades do município de Gravataí
– Quando: dias 9 de dezembro na Vila Santo Inácio e 10 de dezembro na Vila Esperança e na Vila dos Papeleiros
–  O que precisa: presentes para adolescentes, brinquedos, refrigerantes, salgadinhos, pães para cachorro-quente, salsicha, molho de tomate, copos e pratos descartáveis, alimentos para cesta básica e material escolar
–  Como doar: Loja Conexão Modas (Avenida Antônio Gomes Corrêa, 145, Parque dos Anjos, Gravataí)
–  Contato: fones (51) 98624-5784, (51) 98214-2421 e (51) 98533-9564


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros