Moradora de São Leopoldo aguarda consulta e exame há seis meses para iniciar tratamento de nódulos no fígado - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso12/12/2017 | 13h35

Moradora de São Leopoldo aguarda consulta e exame há seis meses para iniciar tratamento de nódulos no fígado

Em julho, leitora fez exames de sangue em função da descoberta de nódulos no fígado

Moradora de São Leopoldo aguarda consulta e exame há seis meses para iniciar tratamento de nódulos no fígado Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Eliane descobriu os nódulos e a hérnia em julho, depois de fazer exames de sangue e uma ecografia Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

A falta de gastroenterologista e de equipamentos para a realização de exames coloca em risco a saúde de Eliane Malheiros da Costa, 39 anos. 

Leia mais
Casa da Sopa precisa de ajuda para seguir alimentando moradores de rua e famílias carentes de Porto Alegre
Abastecimento volta ao normal em bairro de Porto Alegre depois de reportagem do DG
Esposa faz homenagem ao falecido marido que ela conheceu por meio dos Corações Solitários do Diário Gaúcho

Doméstica desempregada, a moradora do bairro Santa Teresa, em São Leopoldo, descobriu há seis meses que tem dois nódulos no fígado e uma hérnia no estômago. Desde então, vem lutando para conseguir dar início ao tratamento do problema, que provoca dores. 

— A médica que me atende no (hospital) Centenário não pode me dar nenhum remédio mais específico, pois, antes disso, preciso ser atendida por um especialista — conta Eliane. 

Atendimento 

Quando foi ao Hospital Centenário, na cidade onde mora, em julho deste ano, com fortes dores no abdômen, a doméstica foi submetida a exames de sangue, urina e a uma ecografia. Descobriu uma infecção urinária em estado avançado e os nódulos no fígado, além da hérnia no estômago. 

Para poder dar continuidade ao tratamento, uma consulta com um especialista — neste caso, um gastroenterologista – foi requerida no próprio hospital de São Leopoldo. Também foi feito o pedido de uma tomografia computadorizada abdominal completa. 

Entretanto, a falta do médico especialista na rede de saúde do município e uma dívida de mais de R$ 1,9 milhão da prefeitura com a clínica responsável por 75% dos exames de imagem feitos na cidade têm tornado os dias da doméstica mais difíceis. 

— Não tem o especialista na cidade, e eles não me encaminham para outro local. E, quanto ao exame, só dizem que não têm previsão. Vou ter que esperar até quando? — questiona a moradora de São Leopoldo.

 Tomografia será feita ainda neste mês 

A prefeitura de São Leopoldo, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que, em 6 de dezembro, a administração assinou um novo acordo para renegociação de dívidas junto às empresas que realizam exames de imagem na cidade. 

Os pacientes estão sendo chamados para atualizar suas guias de solicitação de exames. Eliane diz que o município já entrou em contato com ela, e a doméstica foi à Secretaria de Saúde para fazer a atualização. A prefeitura informou que a tomografia da paciente está agendada para quinta, às 8h. 

Quanto à consulta com o especialista, a Secretária Estadual da Saúde, responsável pelo agendamento de consultas, informou que, na Central de Regulação do Estado, há uma solicitação de consulta com gastroenterologista para Eliane. Porém, esse pedido ainda está aguardando disponibilidade.  

*Produção: Alberi Neto

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!   


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros