Falta de manutenção deixa rua de Alvorada parecendo trecho de pista de rali - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso03/01/2018 | 09h50Atualizada em 14/05/2018 | 09h21

Falta de manutenção deixa rua de Alvorada parecendo trecho de pista de rali

Na mesma rua, ainda há uma pequena ponte que está desmoronando devido à falta de escoamento das águas da chuva

Falta de manutenção deixa rua de Alvorada parecendo trecho de pista de rali Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Os moradores da Rua Valparaíso já nem chamam mais de rua o estreito de terra que se estende pelo bairro São Pedro, em Alvorada. Isso porque a falta de manutenção na via faz com que o local pareça uma pista de rali, com pontos bem perigosos. 

Leia mais
Moradora de Canoas aguarda por cirurgia há quase dez meses
Impasse entre clínicas e prefeitura restringe atendimentos de fisioterapia pelo SUS em Gravataí
Moradores de Sapucaia do Sul aguardam obras para evitar enchentes há quase três anos

Morador da região há quase dez anos, o encarregado de construções civis Elmiro Oliveira Fernandes, 45 anos, ressalta que a situação não é recente. Segundo ele, obras na região são anunciadas desde as últimas eleições, mas ficam "só na promessa". O assunto já figurou na coluna Pede-se Providências, do Diário Gaúcho, em agosto de 2017. 

— É muita promessa e pouca ação, aí, fica assim, não tem nem como andar de carro aqui — afirma Elmiro, que aponta a instalação incorreta de bocas de lobo por parte da prefeitura como uma das causas para a depredação da Rua Valparaíso. 

Elmiro explica que as bocas foram instaladas muito afastadas da via, quase junto aos muros das residências. Somado ao desnível da rua de chão batido, o resultado é que a água não corre pelos cantos e cai nas bocas de lobo, como deveria, mas vem com força levando toda a terra, "partindo a via ao meio". 

Na mesma rua, ainda há uma pequena ponte que está desmoronando devido à falta de escoamento das águas da chuva. Elmiro relata que, recentemente, um motorista que não conhecia a região quase caiu de carro no local. 

Consequências 

A esposa de Elmiro foi outra vítima da buraqueira. Cozinheira, Claire Adriana Ribeiro Machado, 45 anos, precisou deixar o emprego em uma escola depois de cair em um dos buracos da Valparaíso e quebrar o tornozelo em três lugares. 

Ela passou por cirurgias e precisou colocar nove parafusos e uma placa de platina na articulação. Está impedida de trabalhar e se recupera em casa. 

— Estamos nos preparando para entrar na Justiça contra o município. Eles têm que reparar todo o dano que causaram para minha esposa — cobra Elmiro. 

Prefeitura promete patrolamento na região

O secretário municipal de Obras e Viação, Valdemiro Martins, prometeu que será enviada uma patrola ao bairro São Pedro até o fim desta semana. 

Além do nivelamento da via por meio do patrolamento, o titular da secretaria também garantiu que uma equipe irá avaliar os problemas na ponte danificada. 

— Somente depois dessa avaliação, poderemos saber o que precisa ser feito, quais materiais precisam ser comprados. E então, teremos como dar uma previsão de quando serão realizadas obras no local — explica Valdemiro.

*Produção: Alberi Neto

Leia mais notícias da seção Seu Problema é Nosso!   


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros