Vila dos Sargentos deve ter nova unidade de saúde no próximo semestre - Notícias

Versão mobile

 

Saúde05/01/2018 | 07h05Atualizada em 05/01/2018 | 07h05

Vila dos Sargentos deve ter nova unidade de saúde no próximo semestre

Comunidade da Zona Sul de Porto Alegre teve o posto fechado há seis meses

Vila dos Sargentos deve ter nova unidade de saúde no próximo semestre Aline Custódio/Agência RBS
Unidade do Guarujá atende moradores da Vila dos Sargentos Foto: Aline Custódio / Agência RBS

Os 5.477 moradores da Vila dos Sargentos, no bairro Serraria, na Zona Sul de Porto Alegre, terão que esperar até o segundo semestre deste ano para serem atendidos numa nova unidade própria de saúde. Pelo menos é a promessa da Secretaria Municipal da Saúde, que segue desenvolvendo um projeto de construção do prédio. Há seis meses, a guerra entre facções rivais motivou o fechamento em definitivo da única unidade responsável por atender as famílias. 

Na época, o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) chegou a destacar que o encerramento das atividades causado pela violência era algo inédito na Capital, mas a Secretaria Municipal da Saúde não confirmou. Desde então, para o atendimento médico via Sistema Único de Saúde (SUS), os usuários da Vila dos Sargentos precisam percorrer até seis quilômetros rumo às unidades básicas Guarujá e Ipanema. Esta tem sido a rotina de uma dona de casa da comunidade para dar prosseguimento às consultas pediátricas para o filho. Sem vale-transporte, ela caminha cerca de três quilômetros empurrando o carrinho do bebê até o posto Guarujá. O mesmo ocorre na volta. 

— Fiz o pré-natal perto de casa. O posto fechou e começaram os problemas. Saio de casa 6h, 6h30min, para chegar cedo. Eu ainda venho, mas conheço famílias com filhos pequenos que não têm condições de vir até aqui. Quem mais sofre com a distância são as crianças — relata. 

Leia mais
MP que reduz idade para saque do PIS/Pasep entra em vigor no sábado
Suplemento vendido como fosfoetanolamina não contém o composto, aponta laudo

Duas décadas
Encravada no meio de uma das regiões onde a disputa do tráfico vem sendo travada há mais de dois anos em Porto Alegre, a unidade de saúde Morro dos Sargentos fechou as portas em definitivo no dia 23 de junho de 2017. Na data, um tiroteio fez os funcionários deixarem o posto escoltados pela Brigada Militar. O posto funcionou no local por 20 anos, realizando cerca de 80 atendimentos diários. A Vila dos Sargentos existe há mais de cinco décadas e tem cerca de 40 ruas e vielas repletas de casas e casebres. 

Projeto
Antes do fechamento, a unidade de saúde funcionava no coração da vila. Agora, garante o coordenador geral de atenção primária da Secretaria Municipal de Saúde, Thiago Frank, ela será construída na Rua Argemiro Ogando Correa, esquina com a Rua Geralda dos Santos Moreira, num terreno de 1,5 mil metros quadrados cedido oficialmente pelo Exército. Para ter o espaço, em contrapartida a prefeitura ergueu um muro de 110 metros junto ao terreno. O novo prédio ficará a menos de 1km do anterior. 

— Construir o posto nesta região era um pedido antigo da própria comunidade, pois ficará ao lado das duas escolas da vila. O projeto arquitetônico está pronto e estamos finalizando os projetos complementares elétrico e hidráulico — ressalta Thiago. 

Como o prédio de 300 metros quadrados será erguido no estilo steel frame (mesmo material utilizado na construção da UPA Zona Norte), o coordenador geral calcula que ele levará até quatro meses para ser concluído, após a escolha da construtora via licitação. A prefeitura prevê um orçamento de R$ 1 milhão, com recursos próprios, para entregar a nova unidade. 

— Estamos trabalhando para erguer e abrir o prédio ainda neste ano. Por enquanto, os pacientes seguirão com atendimento nas unidades dos outros dois bairros. 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros