Conserto de bueiro fica na promessa e buraco segue gerando alagamentos em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 

Seu problema é nosso05/03/2018 | 09h57

Conserto de bueiro fica na promessa e buraco segue gerando alagamentos em Porto Alegre

A previsão era instalar o novo bueiro no dia 15 de fevereiro. Porém, o técnico de cabeamento Adriano Goulart, morador do local, garante que, até hoje, ninguém apareceu no local

Conserto de bueiro fica na promessa e buraco segue gerando alagamentos em Porto Alegre Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Buracão segue representando risco Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

O sentimento de ter uma via mais segura para quem circula pela Vila Farrapos, na zona norte de Porto Alegre, ainda não chegou aos moradores da Rua Flávio de Oliveira Ramos. 

Leia mais
Buracos em vias no extremo sul de Porto Alegre são nivelados após reportagem do DG
Estado deixa de entregar leite especial e prejudica 375 crianças no RS
Aviso em ônibus anunciando desligamento de ar-condicionado confunde usuários

O Diário Gaúcho mostrou, no dia 24 de janeiro, que uma tampa de bueiro quebrada havia cerca de seis meses representava perigo para quem trafegava pela via. Na época da primeira reportagem, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) informou que faria uma vistoria na rua. 

A previsão era instalar o novo bueiro no dia 15 de fevereiro. Porém, o técnico de cabeamento Adriano Rodrigues Goulart, 37 anos, garante que, até hoje, ninguém apareceu no local. 

— Só ficou na promessa essa instalação que a prefeitura disse que ia fazer — conta o morador da Vila Farrapos. 

Limpeza 

A vizinhança é conhecida por limpar, por conta própria, bueiros e bocas de lobo da rua. O objetivo deles é evitar os alagamentos que atingem o bairro a cada chuva mais forte. Entretanto, sozinhos, não conseguem dar conta do serviço. 

O efeito dessa falta de manutenção ficou evidente no temporal da terça- feira passada, dia 27. A rede de escoamento da região não foi capaz de dar vazão à enxurrada, que deixou a via embaixo d’água. 

Para Adriano, o bueiro sem tampa também é responsável por isso, já que facilita ainda mais a entrada de lixo na rede pluvial, causando obstruções e colaborando para os alagamentos rotineiros que acontecem no local. 

— O asfalto já está cedendo em alguns pontos. Vários buracos vão começar a se abrir por causa desses entupimentos na rede — arrisca o técnico de cabeamento. 

Em dias de chuva (à direita), rua fica alagada devido aos problemas de escoamentoFoto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Perigo 

Adriano ainda recorda outro fator prejudicial causado pelo buraco: os acidentes. A via, que serve como acesso à Avenida Voluntários da Pátria, à BR- 290 e à BR- 448, é movimentada. 

O morador conta que vários veículos caíram no buraco nos últimos meses, principalmente pela falta de sinalização no local: 

— Não adianta nós, moradores, colocarmos placas, pois passam muitos caminhões por aqui. Logo derrubam a sinalização. A única solução é fazer o conserto logo. 

Ainda hoje, troca de tampa será feita 

A SMSUrb, por meio de sua assessoria de imprensa, explicou o motivo do atraso para a execução do reparo. A espera pela secagem do concreto armado onde ficará a tampa de ferro demorou mais do que o esperado. 

A secretaria garante que a Seção Norte de Conservação de Águas Pluviais já está com a tampa de concreto pronta, e "o serviço de substituição está programado para ser feito ainda hoje, se o tempo estiver seco". 

*Produção: Alberi Neto

Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso 


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros