Após venderem trufas, noivos conseguem realizar sonho da festa de casamento - Notícias

Versão mobile

 

Final feliz30/05/2018 | 15h11Atualizada em 30/05/2018 | 15h50

Após venderem trufas, noivos conseguem realizar sonho da festa de casamento

Juntos há dez anos, Ana Cristina e Douglas oficializaram a união no último sábado (26)

Após venderem trufas, noivos conseguem realizar sonho da festa de casamento Mário Marques/Divulgação
Ana Cristina e Douglas em festa realizada no último sábado (26) Foto: Mário Marques / Divulgação

A auxiliar de serviços Ana Cristina Dias e o pedreiro Douglas Ribeiro, ambos com 28 anos, realizaram no último sábado (26) o sonho de ter uma festa de casamento. O casal do bairro Mario Quintana, zona norte de Porto Alegre, vendeu trufas por mais de um ano para financiar os gastos do grande dia. 

Ana e Douglas ficaram conhecidos como o casal da Fapa, após a primeira reportagem do Diário Gaúcho contar a história dos noivos, em outubro do ano passado. As paradas de ônibus da saída da Faculdade Porto-Alegrense (Fapa) eram o principal ponto de venda do doce do casal, que está junto há dez anos e só agora conseguiu oficializar a relação como sonhava.  

Ana Cristina Dias e Douglas Ribeiro vendem trufas desde março para pagar o casamento, que já foi adiado três vezes.
Casal vendia trufas em frente à FapaFoto: Jeniffer Gularte / Agênciua RBS

A celebração ocorreu na Paróquia São Cristóvão, seguida de festa para 115 convidados. Junto com familiares e amigos, os noivos festejaram até às 5h30min de domingo (27).

– Aproveitamos até o último minuto – afirma Douglas. 

Leia mais:
Casal vende trufas em parada de ônibus para pagar casamento
Casal que vendia trufas para conseguir se casar sela união no civil, prepara festa e cerimônia religiosa

A falta de gasolina devido à greve dos caminhoneiros chegou a preocupar os noivos, mas não impediu nem comprometeu a festa:

– Chegamos a pensar em adiar quando alguns convidados mandaram mensagem dizendo que poderiam não vir, mas, depois, deu tudo certo. Quem era importante estava lá. Alguns parentes se organizaram e vieram de van de Santa Catarina – conta Ana. 

O quatro filhos do casal - três meninos, de 11, nove e dois anos, e uma menina de cinco - tiveram papel especial na cerimônia: entraram com flores e as alianças.

– Eles estavam mais nervosos que nós, ficaram encantados com tudo – diz ela.

A auxiliar de serviços Ana Cristina Dias, e o pedreiro Douglas Ribeiro, ambos com 28 anos, realizaram no último sábado o sonho de ter uma festa de casamento.
Casamento na Paróquia São CristóvãoFoto: Mário Marques / Divulgação

Sensibilizados pela história dos noivos, prestadores de serviços ofereceram ajuda sem cobrar nada. Ana e Douglas ganharam assessoria e cerimonial do evento, salão de beleza, DJ, fotos e filmagem. Por outro lado, a venda de trufas pagou mais da metade de todos os gastos. Responsáveis por cada detalhe da organização, os noivos ficaram envolvidos com tudo até o último minuto.

– No dia da festa, Douglas estava cortando as frutas para o bufê – lembra Ana. 

Na avaliação do casal, a ideia de vender trufas com um cartaz escrito "Nos ajude a casar" deu mais certo do que imaginavam.

– Fomos atrás do nosso sonho, lutamos e saiu tudo perfeito. Superou tudo aquilo que imaginávamos, não pensávamos que seria tão mágico – avalia Ana. 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros