Merendeiras participam de concurso de culinária em Sapucaia do Sul - Notícias

Versão mobile

 

Culinária19/10/2018 | 08h30Atualizada em 19/10/2018 | 08h30

Merendeiras participam de concurso de culinária em Sapucaia do Sul

Objetivo é incentivar e qualificar o trabalho das manipuladoras de alimentos da rede municipal

Merendeiras participam de concurso de culinária em Sapucaia do Sul Tadeu Vilani/Agencia RBS
Antes da avaliação, competidoras reunidas Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

O clima era de expectativa, na tarde de quinta-feira (18), na Escola Escola Municipal Júlio Ströher, em Sapucaia do Sul. No auditório do local foi realizada uma seletiva do concurso de culinária Receitas Criativas para Alimentação Escolar, carinhosamente chamado de Master Sene, uma brincadeira com o nome do programa Master Chef e com a sigla do Serviço de Nutrição Escolar (Sene), órgão responsável pela merenda no município. As primeiras 12 manipuladoras de alimentos, ou merendeiras, todas representantes de escolas municipais, apresentaram seus pratos a um corpo de jurados. Nesta sexta (19), outras 12 vão participar.

Pelas regras do concurso, todos os ingredientes usados nas receitas tinham que estar na lista de alimentos fornecidos para a merenda da escola. A comida precisava ser saudável e, é claro, gostosa.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Marília Castro Ayres, 33 anos, merendeira há dois anos e confeiteira nas horas vagas, criou com outras duas colegas o escondidinho de legumes que representou a Escola Municipal de Ensino Fundamental José Plácido de Castro. 

– Pensamos em uma receita que fosse boa pras escolas que têm mais alunos, que não pode ser muito difícil, e também para as que têm menos alunos. E que as crianças gostassem, é claro – conta.

 SAPUCAIA DO SUL - RS-BR 18.10.2018Master Sene.concurso de culinára voltado para as cozinheiras das escolas municipais de Sapucaia do Sul, batizado de Master Sene. Elas vão apresentar seus pratos para uma comissão julgadora.Marília Castro Ayres, representandoa escola municipal José Plácido de Castro.FOTÓGRAFO: TADEU VILANI AGÊNCIA RBS
Marília levou o escondidinho escolhido pelos alunosFoto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Gurizada votou antes

Na instituição, dois pratos foram sugeridos pelas profissionais. Quem decidiu qual iria para o concurso foi a gurizada, que provou antes dos jurados:

– A outra opção era uma polenta recheada. Eles preferiram o escondidinho, pois todos adoram batata. Mas foi bom, pois assim colocamos alguns legumes no prato, que os alunos nem sempre gostam.

O gosto, deles, aliás, é bem apurado.

– Cozinhar pra criança é muito bom. Eles são sinceros, né? Dizem se está bom e, se não está, também: "Ai, tia, isso não é legal" (risos) – diverte-se Marília.

Leia também
Aprenda três receitas para se alimentar bem e de forma integral
Alunos de Gravataí mantêm horta no pátio da escola e produtos são usados na merenda
Colégio de Aplicação da UFRGS tem inscrições abertas

Dez merendeiras serão classificadas para a final. O resultado das seletivas deve sair nos próximos dias. A ideia é que as três receitas vencedoras entrem para o cardápio oficial das escolas. 

– O objetivo é valorizar e incentivar as manipuladoras e, com isso, também aumentar a qualidade e a variedade de alimentos oferecidos nas escolas municipais. Acredito que está dando certo – afirmou o secretário de educação Luciano Rodrigues.

Diferencial

Carolina da Silva Pereira, 35 anos, trabalha na cozinha da Escola Municipal de Ensino Fundamental João de Barro há cinco anos, mas é merendeira há dez. Para se diferenciar de suas competidoras, ela levou um prato doce: bolo de cenoura com cobertura de chocolate.

– Analisei o cardápio que é mandado para a escola todos os meses e vi que não tinha nenhum bolo. Decidi fazer, também, pois achava que ninguém faria doces. E realmente, fui a única – conta Carolina.

 SAPUCAIA DO SUL - RS-BR 18.10.2018Master Sene.concurso de culinára voltado para as cozinheiras das escolas municipais de Sapucaia do Sul, batizado de Master Sene. Elas vão apresentar seus pratos para uma comissão julgadora.Carolina da Silva Pereira (35 naos), representandoa escola municipal João de Barro.FOTÓGRAFO: TADEU VILANI AGÊNCIA RBS
Carolina com seu bolo: único prato doce do diaFoto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Na João de Barro, os alunos também foram "cobaias" da receita:

– No dia que servimos, foi uma loucura. Eles amaram. Também é bem prático de fazer.

Mas mostrar sua criação para os jurados foi diferente. Carolina ficou tensa na hora de cortar o bolo e levar até os avaliadores, mas, depois, se soltou.

– Ser avaliada é muito estranho! Os jurados não falaram nada, mas vi que eles pareciam estar gostando. Estou bem confiante. Vamos ver o que vai dar! – finaliza.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros