Shopping de Alvorada tem nova data para inaugurar - Notícias

Versão mobile

 

Em obras desde 201327/11/2018 | 15h00Atualizada em 27/11/2018 | 15h04

Shopping de Alvorada tem nova data para inaugurar

Atualmente, empreendimento está 80% concluído, mas construção está parada há dois anos

Shopping de Alvorada tem nova data para inaugurar Mateus Bruxel/Agencia RBS
Empreendimento está 80% concluído Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Uma mudança na gestão da construção de um shopping center em Alvorada promete reacender o projeto e inaugurar a área de 27 mil m² até 2020. Iniciada em 2013, a obra tem se arrastado ao longo dos últimos anos, estando parada há dois. Localizado na Avenida Getúlio Vargas, o imponente prédio já teve cerca de R$ 140 milhões investidos em sua construção. Atualmente, 80% do empreendimento está concluído. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Inicialmente, o shopping era dividido entre dois acionistas: 50% para 5R Empreendimentos, empresa paulista, e 50% para Valdir Silveira, investidor alvoradense. Com a crise financeira, a 5R acabou abandonando a obra. Ao longo deste ano, o gestor da outra metade do shopping iniciou tratativas para tornar o empreendimento 100% gaúcho.

– A parte mais difícil já passamos, que era adquirir os 50% da 5R. Agora, estamos em tratativas para retomar a obra. Nosso desejo é que isso aconteça ainda neste ano. 

 ALVORADA, RS, BRASIL, 20-11-2018: Obras de shopping em Alvorada estão paradas há meses. (Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS)
Nova previsão de inauguração é até março de 2019Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Segundo Valdir, com a retomada da construção, seriam necessários 10 meses de trabalho para deixar o local pronto. Depois disso, os lojistas entram em ação, fazendo os ajustes nos espaços locados. Esse processo levaria cerca de três meses. Para concluir os 20% restantes da construção, Valdir aponta que serão necessários cerca de R$ 60 milhões.

– A nossa intenção é conseguir inaugurar entre outubro de 2019 e março de 2020.

Leia também
Patinadora de Alvorada que acumula títulos vai dar aulas para crianças carentes
Iniciativa de aposentada oferece aulas de reforço e oficinas para crianças em Alvorada
Depois de matéria no Diário Gaúcho, estudante da UFRGS consegue comprar triciclo para frequentar aulas

Expectativa

Enquanto o shopping não inicia suas atividades, quem circula pela área está ansioso para ver o local em funcionamento. É o caso da técnica de enfermagem aposentada Sandra Barros, 61 anos. Para ela, os deslocamentos até outras cidades, principalmente até a Capital, serão reduzidos com a inauguração:

– Tem coisas que eu preciso ir até o centro de Porto Alegre para resolver. Acredito que, se existisse o shopping, economizaríamos horas e horas de ônibus.

"Efeito dominó do bem"

Cobrador de ônibus, Diego Alonso, 38 anos, acredita que a inauguração do shopping fará a cidade crescer. Atualmente, o que mais lhe incomodava era a falta de informações sobre o futuro do local.

– Um espaço desse tamanho sem utilização. Gostaríamos de entender o que aconteceu – relata.

Com o espaço em funcionamento, o cobrador aposta num “efeito dominó do bem” sendo gerado na cidade.

– Uma coisa leva a outra. Vai aumentar o movimento na região, gerar muitas oportunidades de emprego.

ALVORADA, RS, BRASIL, 20-11-2018: Sandra Barros concede entrevista sobre construção de shopping em Alvorada. As obras do empreendimento estão paradas há meses. (Foto: Mateus Bruxel / Agência RBS)
Sandra acredita que precisará ir menos vezes até Porto Alegre quando o empreendimento for inauguradoFoto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

A criação de postos de trabalho também é um dos pontos positivos apontados pela auxiliar de logística Isabel Cristina Santos, 37 anos. Na visão dela, existem poucos empregos na cidade, e muitas pessoas acabam se deslocando até Porto Alegre para trabalhar. Com a abertura do local, o número de “vagas nativas” aumentaria, amenizando essa dificuldade de deslocamento.

– Seria muito mais confortável tanto para a população, quanto para quem está em busca de trabalho – aponta.

O auxiliar de serviços gerais Paulo Roberto Sousa, 37 anos, acredita que, quando estiver funcionando, o empreendimento terá um efeito muito positivo para toda a população.

– E essa região onde fica o prédio é muito boa, atrairia gente de Porto Alegre também – aposta Paulo Roberto. 

Geração de emprego e renda

A prefeitura de Alvorada, em nota, explicou que “tem trabalhado dentro de suas atribuições, para ajudar o shopping no que for possível, e realizar essa tão sonhada obra no município de Alvorada, gerando emprego e renda para toda comunidade alvoradense”.

A reportagem tentou contato com a 5R Empreendimentos por telefone e e-mail. O jornal questionou a empresa sobre os motivos para a saída do empreendimento e as previsões para o futuro da área. Entretanto, não obteve resposta.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros