Cris Silva e o primeiro Natal com o filho nos braços - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Lá em Casa21/12/2018 | 08h00Atualizada em 21/12/2018 | 08h00

Cris Silva e o primeiro Natal com o filho nos braços

Colunista escreve sobre maternidade e família todas as sextas-feiras

Cris Silva e o primeiro Natal com o filho nos braços André Feltes/Especial
Foto que ilustrou a reportagem de 2017 Foto: André Feltes / Especial

Há um ano, o colega aqui do Diário Gaúcho José Barros foi na minha casa para mostrar como seria o meu Natal. Eu estava grávida, na reta final da gestação, inchada, ansiosa e feliz. Foi tão emocionante fazer a reportagem porque, à medida em que e eu o Inchauspe, meu marido, íamos falando sobre aquele momento, à espera do Matheus, nos demos conta de que seria o Natal com o melhor presente que poderíamos imaginar.

Meu melhor presente

A chegada do Teteu, no dia 1º de fevereiro, foi mesmo o melhor presente da minha vida. Agora, um ano depois, vamos passar nosso primeiro Natal juntos. Ele ainda não entende sobre essa data, mas, aos poucos, vai se dar conta de como a família ama comemorar o dia 25 de dezembro. 

Desde pequena, o meu Natal é com os pais, avós, tios e com direito à chegada de Papai Noel. Ele sempre aparecia, para delírio de uns primos e pavor de outros. É uma noite de muita diversão e carinho. Tem a clássica oração antes da ceia, o amigo-secreto e muita música. Adoro estar junto de quem amo.

Pedidos para este Natal

Filho da Cris Silva, Matheus, em foto de Natal. Para a coluna do dia 21/12/2018
Matheus já visitou o Papai NoelFoto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Às vésperas deste Natal, o sentimento é outro: apenas gratidão. Só quero agradecer por tudo que recebi nesse ano. 

A chance de ser mãe, de acompanhar os primeiros meses de crescimento do meu filho, de ter uma pessoa ao meu lado que me dá todo suporte e enche a minha vida de música e amor. Por ter uma família que me fortalece. 

Além disso, preciso agradecer por ter entrado nas nossas vidas um anjo que cuida de mim, do meu filho e permite que, todos os dias, eu vá trabalhar tranquila. 

Agradeço por voltar da licença-maternidade e ganhar alguns presentes em forma de projetos. Esse espaço aqui é um deles. Eu tenho a honra de conversar com vocês e isso me enche de alegria. Enfim, o dia 25 será para agradecer, farei apenas um pedido: que o Natal seja especial, ao lado de quem vocês amam. Um abraço forte!

Leia outras colunas da Cris Silva


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros