Após 15 anos em obras, novo prédio da Câmara de Vereadores de Alvorada será inaugurado nesta terça - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Enfim30/07/2019 | 07h00Atualizada em 30/07/2019 | 07h00

Após 15 anos em obras, novo prédio da Câmara de Vereadores de Alvorada será inaugurado nesta terça

Investimento na construção neste período superou R$ 1 milhão

Após 15 anos em obras, novo prédio da Câmara de Vereadores de Alvorada será inaugurado nesta terça Omar Freitas/Agencia RBS
Primeira sessão será nesta terça-feira Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Depois de três décadas ocupando um espaço no prédio da prefeitura de Alvorada, a Câmara de Vereadores da cidade inaugura sua nova sede nesta terça-feira (30). O prédio, que foi construído durante os últimos 15 anos, recebe nesta terça sua primeira sessão plenária. O ato será especial, com a presença de ex-vereadores e ex-prefeitos que fizeram parte do processo de criação da nova sede desde o lançamento da pedra fundamental da obra, em 2004.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Durante a segunda-feira (29), enquanto carregadores de mudança e assessores parlamentares carregavam mobiliários pelas escadas dos três andares do novo prédio, preenchendo os futuros gabinetes, ainda dava para sentir o cheiro de tinta fresca no ar. Prestes a inaugurar, a instalação ainda estava passando pelos últimos ajustes, como a colocação de luminárias e limpeza das vidraças.

Na nova Casa, os 17 vereadores da cidade vão se espraiar por uma área construída de 1.350 metros quadrados. Além do plenário – com capacidade para receber até 120 pessoas, sem contar os vereadores – e dos gabinetes, a estrutura terá salas de reuniões, ouvidoria, escola do legislativo e espaços de acolhimento para receber os contribuintes.

– Sem contar as áreas de administração, tesouraria, recursos humanos. Todos estarão muito melhor alocados – garante o presidente da Casa, vereador Juliano Marinho. 

Leia também
Há 15 anos em obras, prédio da Câmara de Alvorada  já custou mais de R$ 1 milhão
Em Alvorada, obras de pavimentação de 14 ruas estão paradas desde 2018
Bailarinas da periferia de Alvorada se unem para realizar festa de debutantes

Histórico

Em abril, o Diário Gaúcho mostrou o longo histórico de obras do prédio, que começou a ser construído há 15 anos. Conforme dados do Tribunal de Contas do Estado, até 2018, em valores corrigidos pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) – mais comumente utilizado para o cálculo da inflação – o custo da obra chegava a R$ 1,08 milhão. Segundo o presidente da Casa, em 2019, ainda foram investidos cerca de R$ 300 mil. O valor é menor do que o previsto no orçamento da Câmara para este ano, que era R$ 500 mil.

 Alvorada, RS, BRASIL, 29/07/2019: Câmara de Vereadores de Alvorada - Após 15 anos em obras, Câmara de Alvorada será inaugurada. (Foto: Omar Freitas / Agência RBS)Indexador: NGS
Novo plenário tem capacidade para 120 pessoasFoto: Omar Freitas / Agencia RBS

– É importante ressaltar que toda a obra foi feita apenas com orçamento próprio do legislativo, sem financiamentos ou verbas da prefeitura. Inclusive, em alguns anos, sobrou dinheiro, que foi devolvido aos cofres públicos – garante o presidente.

Mudança gera economia para a cidade

A inauguração da nova Câmara de Vereadores de Alvorada representa não só a independência física dos parlamentares, que deixam de ocupar um espaço no prédio da prefeitura, mas também uma economia para o município. Com a liberação de todo um andar do prédio da administração, que fica na região central de cidade, várias secretarias serão realocadas para o antigo espaço da Câmara, economizando alugueis atualmente custeados pelo município.

– Nossa previsão é de que o prédio se pague em cerca de quatro a cinco anos, levando em conta o que a prefeitura vai economizar em aluguéis. Só isso já comprova como foi um bom investimento para a cidade – cita Juliano. 

 Alvorada, RS, BRASIL, 29/07/2019: Câmara de Vereadores de Alvorada - Após 15 anos em obras, Câmara de Alvorada será inaugurada. (Foto: Omar Freitas / Agência RBS)Indexador: NGS
Na segunda, mudanças e pequenos ajustes no localFoto: Omar Freitas / Agencia RBS

Outra maneira de economizar encontrada pelos vereadores foi na mudança do mobiliário. Com exceção do plenário, que foi todo feito do zero, os gabinetes e demais espaços terão reaproveitamento do que já era usado na sede antiga. O que não puder ser usado no espaço novo, será doado para entidades como a delegacia de Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Conselho Tutelar. Em Alvorada, todos estes órgãos ficam próximos, na região da parada 48, sede também da prefeitura e da nova Câmara de Vereadores.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros