Ensaios, festas conjuntas e mais: como curtir o samba  além dos desfiles no Porto Seco - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Carnaval16/02/2020 | 14h28Atualizada em 16/02/2020 | 14h28

Ensaios, festas conjuntas e mais: como curtir o samba  além dos desfiles no Porto Seco

Eventos espalhados por quadras em Porto Alegre e na Região Metropolitana

Ensaios, festas conjuntas e mais: como curtir o samba  além dos desfiles no Porto Seco André Ávila/Agencia RBS
Eventos conjuntos são tendência para fortalecer a união entre escolas e comunidades Foto: André Ávila / Agencia RBS

O Carnaval oficial pode até ocorrer só uma vez por ano, mas isso não é desculpa para que o samba fique parado durante todo o resto do tempo. Muito pelo contrário, aliás. Enquanto a janela entre um festejo e outro vai correndo, as agremiações aproveitam para fortalecer o vínculo e garantir a presença da comunidade em seus espaços, num trabalho intenso para manter viva a festa de Momo durante o ano inteiro. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

E isso não é diferente em Porto Alegre e na Região Metropolitana. Durante aquele período do ano onde o Complexo Cultural do Porto Seco, na zona norte da Capital, não recebe desfiles, o principal ponto de encontro dos carnavalescos são as quadras das escolas de samba. E, caso alguma agremiação não possua este espaço próprio, o espírito de união entre as entidades facilita a resolução do impasse com a cessão de tempo e espaço para o companheiro de festejo aproveitar. Também há quem ocupe desde a associação de moradores do bairro até uma rua conhecida de sua comunidade.

Proximidade

Marcar presença em algum dos ensaios, muambas ou shows organizados durante o ano pelas escolas de samba também é uma maneira da manter-se próximo da folia, principalmente, para aqueles que não terão tempo ou condições de ir ao Porto Seco nas noites de desfiles, daqui a menos de um mês, nos dias 6 e 7 de março. 

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - Quadra da Imperadores do Samba. Fotos das apresentações das escolas na primeira noite do festival de samba-enredo das escolas de samba de Porto Alegre. Academia do Samba Puro.Indexador: Jeff Botega
Baterias se preparam para o grande diaFoto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Para estas pessoas, ainda há oportunidade para visitar as quadras ou até acompanhar eventos externos.  O Diário Gaúcho conversou com os presidentes das principais agremiações do Grupo Ouro do Carnaval porto-alegrense e traz o serviço completo para sambar muito até o dia da folia oficial chegar. 

Reinvenção

Desde 2017, quando deixou de receber dinheiro público para a realização dos desfiles, o Carnaval tem se reinventado na Capital. E essa criatividade para buscar maneiras de manter a comunidade carnavalesca ativa o ano todo veio das próprias agremiações. Entretanto, para 2020, mais uma parceria foi adicionada. Trata-se da contratação, por parte das escolas de samba, da produtora Bah! Entretenimento, de Pelotas – que ficará responsável por organizar os desfiles do Porto Seco e outros eventos ligados a cadeia carnavalesca.

Leia também
Como será a infraestrutura do Porto Seco para o Carnaval 2020

 Um destes, inclusive, aconteceu recentemente. Foi a volta do festival de sambas-enredo, que não era realizado há alguns anos. Em duas noites, a festa reuniu cerca de 4 mil pessoas e sagrou Bambas da Orgia – pelo Grupo Ouro – e Academia de Samba Puro – do Grupo Prata – como as donas dos melhores sambas.

– Nossa intenção é refazer estes eventos que eram tradicionais e já deram certo em outros anos – explica Richard Amaral, um dos sócios da Bah!.

COMO ACOMPANHAR OS ENSAIOS DO GRUPO OURO

Imperatriz Dona Leopoldina

/// Endereço: na quadra, Estrada Martim Félix Berta, 38, no bairro Rubem Berta.
/// Quando: toda quarta-feira, às 20h, sempre com atração convidada.
/// Ingresso: até 21h de graça, depois R$ 10.
/// Bar: tem bebidas, mas preço não foi informado.
/// Estacionamento: apenas vagas públicas na rua.

Imperadores do Samba

/// Endereço: na quadra da escola, na Avenida Padre Cacique, 1.567, bairro Praia de Belas.
/// Quando: toda quarta-feira, 21h.
/// Ingresso: R$ 10. Mulheres não pagam até às 21h.
/// Bar: refrigerante – R$ 5, água – R$ 5 e cerveja – R$ 8 (latão). Praça de alimentação com salgados, caldos, pasteis e batata frita.
/// Estacionamento: apenas vagas públicas na rua.

Estado Maior da Restinga

/// Endereço: na quadra da escola, na Estrada João Antônio da Silveira, 2.355, bairro Restinga Nova.
/// Quando: toda quinta-feira, das 21h à 1h.
/// Ingresso: até 21h, a entrada é gratuita, depois, custa R$ 5.
/// Bar: refrigerante – R$ 5, água – R$ 4 e cerveja – R$ 6 a R$ 8 (latão).
/// Estacionamento: possui no local e é gratuito. 

Bambas da Orgia 

/// Endereço: na quadra da escola, na Rua Voluntários da Pátria, 1.387, bairro Floresta.
/// Quando: toda quinta-feira, às 21h.
/// Ingresso: R$ 10. Mulheres não pagam até às 21h.
/// Bar: refrigerante – R$ 5, água – R$ 4 e cerveja – R$ 7 (latão).
/// Estacionamento: apenas vagas públicas na rua. 

Acadêmicos de Gravataí 

/// Endereço: na Associação de Moradores das Moradas do Vale (AMOVAL), na Rua Cônego Viana, 129, na Morada do Vale I.
/// Quando: aos domingos.
/// Ingresso: R$ 5.
/// Bar: preços não divulgados.
/// Estacionamento: possui no local e é gratuito.

Império da Zona Norte 

/// Endereço: os ensaios na quadra (Avenida Sertório, 1.021, bairro Navegantes), que estava interditada, devem ser retomados nesta semana, segundo o presidente.
/// Quando: terças, às 21h.
/// Ingresso: R$ 5.
/// Bar: refrigerante – R$ 5, água – R$ 4 e cerveja – R$ 6 (latão).
/// Estacionamento: apenas vagas públicas na rua.

União da Vila do IAPI

/// Endereço: na quadra da escola Fidalgos e Aristocratas, Av. Ipiranga, 2485, bairro Intercap.
/// Quando: segundas, às 21h.
/// Ingresso: R$ 5
/// Bar: refrigerante – R$ 5, água – R$ 5 e cerveja – R$ 6 (latão).
/// Estacionamento: apenas vagas públicas na rua.

Império do Sol 

/// Endereço: na quadra da escola, Rua São Domingos, 427, bairro São Miguel (São Leopoldo).
/// Quando: domingos, 19h.
/// Ingresso: R$ 2.
/// Bar: refrigerante – R$ 5, água – R$ 4 e cerveja – R$ 6 (latão). Kit com energético e vodca: R$ 50. Salgados e doces variados.
/// Estacionamento: apenas vagas públicas na rua.

União entre as escolas é destaque

Enquanto nos desfiles a ideia é competir, antes da folia as agremiações mantém uma relação amistosa. A prova disso são os ensaios e shows de uma escola de samba que contam com a participação de outra, ou até de outras, independentemente de fazerem parte ou não do mesmo grupo – as entidades são divididas em três grupos: Ouro, Prata e Bronze.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL - Quadra da Imperadores do Samba. Fotos das apresentações das escolas na primeira noite do festival de samba-enredo das escolas de samba de Porto Alegre. Academia do Samba Puro.Indexador: Jeff Botega
Festival de sambas-enredo voltou a ocorrer em 2020Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

Neste mês que antecede a folia no Porto Seco, será possível prestigiar encontros de peso nas quadras espalhadas pela Capital e Região Metropolitana. Neste sábado, por exemplo, a Estado Maior da Restinga recebe na sua quadra Imperadores do Samba, Bambas da Orgia, Império da Zona Norte – todas do Grupo Ouro – e a Filhos de Maria – do Grupo Bronze –, além da Banda Saldanha e do Grupo Experimenta. Os ingressos custam R$ 10.

– Os desfiles estão sendo inteiramente bancados pelas escolas, então, é uma maneira de angariar fundos. 

Esta festa de sábado é organizada para ajudar nossa bateria, Os Tinguerreiros. Eles serão o carro-chefe da folia – adianta o presidente da Restinga, Aldo Rabelo.

Presidente de uma das maiores agremiações da cidade, a Bambas da Orgia, Nilton Pereira acredita na força dos eventos conjuntos. Para ele, é um atrativo a mais para o público, que vai poder conferir mais de uma apresentação na mesma noite.

– E ajuda as escolas, pois sempre aumenta a expectativa do púbico. As pessoas comparecem para assistir aquela outra escola visitante, também. Estamos num momento em que uma ajuda a outra – garante.

Imperadores do Samba, ensaio da escola
Bateria, harmonia e destaques da Imperadores vão participarFoto: Fábio Cruz / Divulgação

Outras cidades

Escolas de samba da Região Metropolitana que participam do Carnaval de Porto Alegre também tem se organizado para atrair público e renda e dar conta de finalizar os desfiles – e outras despesas. 

Em Gravataí, a Acadêmicos de Gravataí prepara um  evento para comemorar o aniversário da escola na Quarta-feira de Cinzas, dia 26 de fevereiro. Batizada de Quarta-feira Metropolitana, a festa reunirá, além da escola de Gravataí, a Imperatriz Dona Leopoldina, da Capital, Império do Sol, de São Leopoldo, e Unidos de Vila Isabel, de Viamão. 

– Uma escola de cada cidade, uma festa metropolitana – brinca o presidente da Acadêmicos, Anderson Nascimento.

O encontro será realizado na quadra da Imperatriz Dona Leopoldina, em Porto Alegre, a partir das 20h. Ingressos antecipados custam R$ 10. 

A Império do Sol também fará uma muamba comunitária no próximo domingo, dia 23, às 18h, na rua da quadra da escola, no bairro São Miguel. O evento terá presença de outras duas escolas da cidade: Acadêmicos Verde e Rosa e Alambique Leopoldinense.

– Será uma espécie de ensaio técnico, sem cobrança de ingresso. É só chegar e aproveitar – diz o presidente da Império, Alzemiro  da Silva.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros