Secretaria Estadual da Saúde lança plataforma digital para pedido de medicamentos - Notícias

Vers?o mobile

 
 

#Ficaemcasa25/03/2020 | 21h27Atualizada em 25/03/2020 | 21h29

Secretaria Estadual da Saúde lança plataforma digital para pedido de medicamentos

Utilizando o site, paciente não precisará ir até farmácia para cadastrar exames e documentos

GaúchaZH
GaúchaZH

A Secretaria Estadual da Saúde lançou, nesta quarta-feira (25), uma plataforma digital para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) solicitarem medicamentos, excluindo a necessidade de deslocamento até uma Farmácia de Medicamentos Especiais. Atualmente, estão disponíveis 75 fármacos e fórmulas nutricionais para pessoas maiores de 18 anos, mas o projeto prevê a ampliação da lista em breve.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Estão contemplados medicamentos para as seguintes doenças: asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, diabetes tipo 1, colesterol alto, doença de Parkinson, dor crônica, acne grave, síndrome de guillain-barré e incontinência urinária. Entre os produtos, estão dietas líquidas e suplementos alimentares, insulina detemir e insulina glardina.

Antes do lançamento da plataforma, aqueles que recebiam uma receita médica de remédios disponibilizados pelo SUS precisavam ir até uma Farmácia de Medicamentos Especiais para cadastrar documentos e exames. Agora, é possível fazer esse procedimento através deste link.

Basta entrar com sua conta do Login Cidadão que o sistema identifica suas solicitações e tratamentos. Se ele não conseguir encontrar esses dados automaticamente, é necessário informar o número da solicitação digital de medicamentos, sua data de nascimento, e o seu CPF. Depois de passar por uma perícia, os documentos originais devem ser entregues na farmácia no momento da primeira retirada do medicamento.

De acordo com o coordenador estadual de Política da Assistência Farmacêutica da Secretaria, Roberto Schneiders, o sistema deve reduzir em cerca de 35% a demanda de novos pedidos presenciais.

— Isso significa que serão 1,8 mil pacientes diferentes por mês que não precisarão se deslocar de sua residência para pedir o medicamento nas farmácias especiais — afirmou.

Leia também
Cinco razões para você ficar em casa se tiver mais de 60 anos
Como evitar tocar o rosto com as mãos e reduzir risco de contaminação pelo coronavírus

Nem todos os medicamentos foram disponibilizados ainda para realização do pedido digital. De acordo com a Secretaria, isso se deve ao fato que alguns requerem exames e perícia mais complexos. 

— Ainda estamos trabalhando em como funcionará. Também temos expectativa de que as reavaliações periódicas possam ser realizadas digitalmente no futuro — disse.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros