Na primeira hora, doações lotam baú de arrecadação da campanha do agasalho de Porto Alegre - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Solidariedade08/05/2020 | 20h26Atualizada em 08/05/2020 | 20h26

Na primeira hora, doações lotam baú de arrecadação da campanha do agasalho de Porto Alegre

Roupas permanecerão por 14 dias em isolamento antes de serem distribuídas

Na primeira hora, doações lotam baú de arrecadação da campanha do agasalho de Porto Alegre Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Local para recolhimento será itinerante Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Logo nos primeiros minutos, a Campanha do Agasalho de Porto Alegre deu sinais de que não terá a arrecadação comprometida pela pandemia de coronavírus. Iniciada às 11h desta sexta-feira (8), a entrega das roupas preencheu o baú instalado no Largo Glênio Peres, ao lado da Avenida Borges de Medeiros, no Centro Histórico. As centenas de peças entregues foram recolhidas e levadas a um prédio no bairro Petrópolis, onde serão mantidas por 14 dias, em uma área arejada e ensolarada.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

– Precisamos, principalmente, de roupas limpas neste ano de pandemia - reforça o Secretário do Desenvolvimento Social e Esporte da Capital, Itacir Flores.

Ao lado da tenda que cobre o ponto de coleta, cartazes identificam a campanha: “Suas roupas já podem sair da quarentena”, “Deixa elas irem pra rua abraçar alguém” e “Tire suas roupas do isolamento”.

Neste ano, para quem chegar de carro, as doações serão retiradas do porta-malas sem o motorista precisar descer do automóvel.

Com um sorriso, Izabel Velho, 60 anos, entregou cinco sacolas grandes repletas de roupas e cobertores. A limpeza ficou a cargo dos filhos.

– Coloquei todo mundo pra trabalhar. Tinha um quarto cheio, só esperando para trazer aqui – explica.

Leia também
Menino de 12 anos arrecada alimentos em Cachoeirinha e distribui para famílias afetadas pela crise
Projeto que oferece aulas em vídeo ajuda idosos de Canoas a se movimentarem durante o isolamento social
Fundação Thiago Gonzaga lança campanha para aumentar segurança de motoboys e entregadores na pandemia de coronavírus

O drive-thru será itinerante, instalado uma vez por semana, entre 11h e 16h. Os pontos de coleta serão informados nos próximos dias.

Ex-fumante, o metalúrgico aposentado Luiz Fraga da Silva, 72 anos, doou todas as peças que deixaram de servir após largar o tabaco. Sem o cigarro, ele diz ter engordado 30 quilos em dois meses.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 08/05/2020- Campanha do agasalho no Largo Glênio Péres.  Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS.<!-- NICAID(14495665) -->
Doações serão retiradas do porta-malas sem o motorista precisar descer do automóvelFoto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

– Tá tudo lavadinho - reforçou, antes de entregar a sacola com camisas sociais de manga comprida no caixote.

O prefeito Nelson Marchezan e a primeira-dama, Tainá Vidal, participaram do recolhimento dos donativos que chegavam a todo instante. Segundo Tainá, já há 15 mil peças na área de isolamento, montante arrecadado em uma pré-campanha – a contagem final do volume arrecadado só será feita após a "quarentena dos agasalhos".

Ao todo, serão beneficiadas 142 organizações cadastradas na Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), além de albergues, Centros Pop, pessoas atendidas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), Centros Dia do Idoso (CDI) e Centros de Relações Institucionais e Participativas (Crips), povos indígenas e quilombolas.

A campanha vai até o dia 3 de julho.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros