Projeto que oferece aulas em vídeo ajuda idosos de Canoas a se movimentarem durante o isolamento social - Notícias

Versão mobile

 
 

Sem preguiça07/05/2020 | 05h00Atualizada em 07/05/2020 | 05h00

Projeto que oferece aulas em vídeo ajuda idosos de Canoas a se movimentarem durante o isolamento social

Iniciativa, que também atinge atletas, é voltada para pessoas atendidas por programas da prefeitura

Projeto que oferece aulas em vídeo ajuda idosos de Canoas a se movimentarem durante o isolamento social Isadora Neumann/Agencia RBS
Aos 77 anos, Juriti agora assiste aulas pelo celular Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS

Para quem mora em Canoas, na Região Metropolitana, o isolamento social causado pela pandeia do coronavírus não é desculpa para ficar sem fazer nada dentro de casa. Isso porque os participantes de dois programas da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel) estão sendo atendidos à distância por professores que trabalham no município. O time conta com cerca de 30 instrutores — entre servidores e profissionais contratados. Para chegar até os alunos, os profissionais, distribuídos por várias modalidades, utilizam seus celulares, tripés e iluminação para enviar vídeo aulas aos grupos de alunos nas redes sociais.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Mesmo que haja grande disponibilidade de aulas online com vários profissionais, a ideia da prefeitura com o projeto batizado de Fique em Casa com a Smel é manter os alunos conectados aos professores com os quais já estão acostumados.

Os dois programas contemplados pela iniciativa da prefeitura são o Talentos do Esporte e o Movimenta Canoas. Desde março, as duas iniciativas estão com as aulas suspensas para evitar a disseminação da covid-19. O Talentos do Esporte atende desde crianças e adolescentes até os adultos, que podem integrar as equipes de handebol, voleibol, basquete, ginástica rítmica, ginástica artística, boxe, judô e atletismo da cidade. Neste ano, seriam incluídas ainda as equipes de basquete e futsal feminino, mas a pandemia atrasou os planos.

Idosos

O Movimenta Canoas, a outra iniciativa que está com aulas a distância atualmente, atinge 2.350 canoenses, que podem se manter ativos durante o período de isolamento social praticando coreografias, gym local, treinos funcionais, yoga, alongamento e recreação. Um destaque dentro do programa são os conteúdos preparados por professores especialmente voltados à terceira idade. No programa, são cerca de 500 idosos que estão usufruindo deste ensino virtual.

Leia também
Jovens de Viamão fabricam e doam máscaras para UPA da cidade
Como ajudar iniciativas que distribuem comida para moradores de rua e famílias carentes

Para idosos que são mais ativos e tinham costume de circular muito em dias normais, o período de isolamento social pode ser mais difícil. Então, para aqueles que aceitam o auxílio da tecnologia, assistir as aulas pelo celular tem sido um grande auxílio para permanecer em casa, em segurança. Conforme o professor Guilherme Menezes, da Integrar Gerações, que trabalha com aprendizado digital para adultos e idosos, a pandemia tem mostrado como tornou-se essencial dominar tecnologias.

— Hoje em dia, praticamente qualquer atividade também é oferecida de forma online. A pandemia reforçou isso, de que nós precisaremos estar conectados. E aqueles com mais de 60 anos que tinham dúvida dessa necessidade, agora, estão vendo que as relações humanas, o contato com a família, as atividades físicas, cursos, enfim, podem ser acessados de forma online. E eles podem aprender isso agora, não há idade para começar — garante o professor.

Moradores de Canoas estão recebendo videoaulas de ginástica dadas por profissionais da prefeitura, nos programas Talentos do Esporte e Movimenta Canoas
Professores de dois programas gravam aulas para os alunosFoto: Derli Colomo Junior / Prefeitura de Canoas

Exercícios duas vezes por semana

Para quem acha que há idade limite para aliar tecnologia ao cotidiano, uma moradora de Canoas mostra que não. Aos 77 anos, Juriti Roseno de Souza não deixou os exercícios de lado graças às aulas enviadas pelos professores até seu celular. Antes da reclusão devido à pandemia, Juriti diz que era difícil encontrá-la em casa. Dos passeios na vizinhança, aos encontros no grupo da terceira idade, até os bailes, ela não tinha motivos para ficar parada.

— Só com hora marcada para conseguir falar comigo em casa — diverte-se ela.

 CANOAS, RS, BRASIL - 06.05.2020 - Juriti Video Smel se exercita no pátio de casa com auxílio das aulas gravadas por professores. (Foto: Isadora Neumann/Agencia RBS)Indexador: ISADORA NEUMANN
Manter-se em movimento ajuda a passar pela quarentena com mais saúdeFoto: Isadora Neumann / Agencia RBS

Porém, com a chegada do coronavírus, precisou se isolar na residência onde vive, no bairro Mathias Velho. A idosa diz que não tem problemas em respeitar a quarentena, só sai de casa se precisar de atendimento médico. Para as compras, conta a ajuda dos dois filhos que moram no mesmo terreno, Carlos, 47 anos e Nara, 51 anos.

Integrante do Movimenta Canoas, ela ficou muito feliz com a possibilidade de se exercitar em casa. Por isso, todas terças e quintas-feiras, quando os vídeos são enviados pelos professores, ela faz o treino dentro de casa ou no seu pátio, ao ar livre.

— Já fiz curso de dança cigana, fui modelo, tudo na terceira idade. Então, ainda sou muito ativa. E tendo de ficar só em casa, os exercícios têm me ajudado a manter a saúde e passar o tempo — compartilha ela.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros