Estudante faz vaquinha para comprar prótese, em Porto Alegre - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Seu Problema é Nosso29/06/2020 | 12h57Atualizada em 29/06/2020 | 12h57

Estudante faz vaquinha para comprar prótese, em Porto Alegre

Luiz Fernando sofreu um acidente de moto em março deste ano e teve parte da perna direita amputada.


Prótese nova precisa aguentar a rotina pesada de LuizFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

No dia 5 de março deste ano, o que começou sendo um dia normal para o estudante de Direito Luiz Fernando Boeira Pereira, 20 anos, terminou de forma trágica. Morador de Porto Alegre, enquanto dirigia sua moto em direção à faculdade onde estuda, sofreu um acidente e teve seu calcanhar direito esmagado. Depois de semanas internado, no dia 12 de maio, os médicos decidiram amputar o pé e parte da perna direita de Luiz. 

LEIA MAIS 

Para facilitar o acesso às aulas remotas, professoras vão em busca de equipamentos para estudantes
Projeto busca voluntários para continuar realizando ações solidárias
Grupo criado por amigas arrecada cobertores para moradores de rua

Desde então, o estudante e sua família estão mobilizados em arrecadar o valor necessário para a compra de uma prótese e para pagar o tratamento que Luiz terá que fazer para voltar a ter uma vida normal. 

Amputação 

Após o acidente, Luiz foi levado às pressas ao Hospital de Pronto- Socorro de Porto Alegre e realizou uma cirurgia de emergência para reconstrução do calcanhar. Em seguida, foi encaminhado para o Hospital Independência, também em Porto Alegre, onde ficou internado, aguardando uma transferência para o Hospital Cristo Redentor. 

Depois de três semanas, o estudante conseguiu um leito. Foi então que descobriu uma necrose na região operada.

– O médico que me atendeu no Cristo achou melhor amputar logo o pé antes que o tecido morto se expandisse e afetasse mais ainda minha perna. A notícia foi um choque – conta o estudante. 

Assim, no dia 12 de maio, foi realizada a amputação do pé direito de Luiz. 


“ Quero a minha independência”, diz ele 


A vida do jovem mudou completamente desde o acidente. Além de estudar Direito, ele também trabalha como atendente em uma farmácia. Por isso, Luiz necessita de uma prótese que aguente as várias horas em pé que o trabalho exige. 

O equipamento que mais se adequa ao estudante foi orçado em R$ 40 mil. Somado às outras despesas que Luiz terá, como fisioterapia, o valor total chega a R$ 50 mil. 

– Preciso de uma prótese boa e resistente, que eu coloque às 7h, quando eu saio, e tire meianoite, quando eu volto pra casa – explica. 

Para chegar ao valor necessário, o jovem criou uma vaquinha online, que já arrecadou mais de R$ 16 mil. Apesar de o valor arrecadado estar longe da meta, o estudante se mantém esperançoso e aguardando ansiosamente pela compra do equipamento: 

– Quero a minha independência de volta, poder fazer coisas simples sem precisar de ajuda. 

Além disso, Luiz também quer servir de inspiração: 

- Eu quero que as pessoas que estejam passando pela mesma situação vejam que tudo se resolve. Muita gente amputa um membro e acha que o mundo acabou. Mesmo que o maior problema seja financeiro, sempre terá pessoas boas dispostas a ajudar. 

Ajude o Luiz 

/// Para doar, acesse a vaquinha online pelo link vaka. me/ 1050204.
/// Mais informações pelo telefone ( 51) 99798- 8009, com Luiz. 

Produção: Thayná Souza

Leia outras notícias da seção Seu Problema é Nosso  


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros