Com maioria das lojas fechadas, ambulantes atuam livremente no centro de Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

Descumprimento do decreto21/07/2020 | 19h44Atualizada em 22/07/2020 | 09h30

Com maioria das lojas fechadas, ambulantes atuam livremente no centro de Porto Alegre

Também foi possível verificar lojas operando semiabertas, com vendedores cuidando a movimentação na rua

Com maioria das lojas fechadas, ambulantes atuam livremente no centro de Porto Alegre Isadora Neumann/Agencia RBS
Ambulantes não alteraram rotina com o decreto que suspende abertura do comércio não essencial Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS

O decreto que suspende a abertura do comércio não essencial em Porto Alegre não altera a rotina dos ambulantes que atuam no centro da Capital. Neste terça-feira (21), a reportagem  circulou por várias ruas da área central e observou a ação do comércio ilegal ocorrendo livremente. 

Em alguns locais, nem a passagem de um carro da Guarda Municipal impediu que a exposição dos produtos continuasse. Além disso, muitos ambulantes utilizam as portas das lojas fechadas para expor as mercadorias.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Outra situação que ocorre no centro da Capital é a operação irregular de lojas que seguem operando. Nas ruas Voluntários da Pátria, Marechal Floriano Peixoto e Andradas foi possível ver os estabelecimentos atuando com as portas semiabertas e com vendedores a observar a movimentação na rua.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico afirma que vem realizando ações de fiscalização no comércio desde o início da pandemia, quando as primeiras medidas restritivas começaram. De acordo com a pasta, desde março foram fiscalizados 21 mil estabelecimentos comerciais em Porto Alegre. Deste total, 308 locais foram interditados, o equivalente a 1,5% do total. Quanto aos ambulantes, já foram cerca de 14 mil abordados com a apreensão de mais 37 mil itens.

O secretário de Desenvolvimento Econômico da Capital, Leonardo Hoff, destaca que a maioria das lojas entendem o momento e estão respeitando as regras. No entanto, ele ressalta que é fundamental a compreensão e adesão da população.

Leia também
Testes de vacina chinesa com voluntários no Rio Grande do Sul devem começar em agosto
Porto Alegre recebe 87 denúncias por dia sobre desrespeito aos decretos de distanciamento
Feira do Livro de Porto Alegre será virtual pela primeira vez em 66 anos 

— A pandemia e a crise contribuíram para o aumento dos ambulantes nas ruas. No entanto, é importante destacar que o comportamento da população influencia isso. Com as lojas fechadas, as pessoas buscam os ambulantes — afirmou o secretário. 

A perspectiva da prefeitura é seguir realizando nas próximas semanas ações de fiscalização no centro da Capital.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros