Com chuva, parques e praças em Porto Alegre registram baixo movimento neste domingo - Notícias

Versão mobile

 
 

Sem aglomeração06/12/2020 | 21h49Atualizada em 06/12/2020 | 21h49

Com chuva, parques e praças em Porto Alegre registram baixo movimento neste domingo

Decreto proíbe a permanência dos cidadãos em locais abertos e sem controle de público

A garoa e o vento frio que recaiu sobre Porto Alegre neste domingo (6) murchou o movimento de pessoas pela cidade. Mesmo assim, frequentadores circularam nos parques da Capital. Durante a tarde, a reportagem esteve na orla do Guaíba, na Redenção e no Parcão. Nos locais, a maioria não utilizava máscara de proteção e não respeitava o distanciamento mínimo. 

Apesar de observar policiamento na cidade, a equipe não avistou nenhuma abordagem devido à falta de proteção facial ou de distanciamento.

Durante o domingo, o movimento mais intenso ocorreu durante a manhã — quando não chovia na Capital. Pessoas sentadas nos bancos contrariavam as regras instituídas no último decreto estadual, que proibiu a permanência dos cidadãos em espaços abertos e sem controle de público. Entretanto, também havia quem estivesse se exercitando, atividade liberada pelo texto. Tanto no Parque Moinhos de Vento, quanto na Redenção, a reportagem flagrou, pela manhã, algumas pessoas sem máscara e que não mantinham o distanciamento mínimo.

Leia mais
Com tempo fechado, primeiro fim de semana de proibição de permanência na faixa de areia registra pouco movimento
Leitos de UTI em hospitais privados estão com lotação máxima em Porto Alegre e Região Metropolitana
Concursos públicos: RS tem mais de 650 vagas disponíveis

Já na parte da tarde, na Orla, a maioria dos frequentadores eram jovens que se reuniam em grupos. Ao longo do parque e nos bares da Orla, eles conversavam sem o uso de máscara e sem manter o distanciamento mínimo. Por volta das 16h, no Brique da Redenção, o movimento era baixo.

No Parcão, frequentadores praticavam caminhada e corrida ao redor do local. A maioria não utilizava máscara para proteção. No local, grupos menores, de duas ou três pessoas, se reuniram.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Marcelo Nascimento, não foram registradas grandes aglomerações em parques durante o final de semana.

— Acredito que por causa do tempo mais fechado, o movimento no sábado e no domingo foi relativamente baixo nos parques. Não tivemos registros de grandes aglomerações e por isso não tivemos muitos casos em que precisamos intervir — disse.

Conforme Nascimento, o trabalho da Guarda Municipal, neste fim de semana, concentrou-se principalmente durante a madrugada nos bairros Cidade Baixa e Moinhos de Vento, onde grupos de jovens faziam aglomerações nas ruas. Ele ressalta que denúncias podem ser feitas pelos telefones 153 e 156, ou à Brigada Militar, pelo 190.

Desde segunda-feira (30), diante do aumento no número de casos de coronavírus no Rio Grande do Sul, o governo do Estado reforçou restrições na tentativa de conter o avanço da doença. Em consonância com o governo de Eduardo Leite, a prefeitura de Porto Alegre publicou um decreto seguindo as determinações estaduais, reforçando medidas de enfrentamento à doença. Entre elas, está a limitação do horário de funcionamento em bares e restaurantes em todo o Rio Grande do Sul e ampliação da fiscalização, mesmo em locais abertos. Nas praias, parques e praças, fica permitida apenas a circulação e a prática de exercícios físicos, mas é proibido permanecer no local.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros