Quatro postos de saúde amanhecem fechados e população é surpreendida em Porto Alegre - Notícias

Versão mobile

 
 

Atendimento07/12/2020 | 20h50Atualizada em 07/12/2020 | 20h50

Quatro postos de saúde amanhecem fechados e população é surpreendida em Porto Alegre

Segundo a prefeitura, não houve aviso com antecedência para evitar manifestações políticas e sindicais

Quatro postos de saúde amanhecem fechados e população é surpreendida em Porto Alegre Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Na Vila Elizabeth, não havia cartaz ou qualquer informação sobre o encerramento das atividades no local Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Quatro postos de saúde amanheceram fechados na manhã desta segunda-feira (7) em Porto Alegre. Conforme a prefeitura, os atendimentos foram realocados devido a problemas estruturais em alguns dos antigos prédios e mudança de finalidade.

As unidades atingidas são a Laranjeiras, no bairro Morro Santana, Jenor Jarros, bairro Rubem Berta, Vila Elizabeth, bairro Sarandi, e Pitinga, no bairro Restinga. Os usuários não sabiam da mudança e foram surpreendidos.

Segundo a prefeitura, não houve aviso com antecedência para evitar manifestações políticas e sindicais. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

Na Unidade de Saúde Vila Elizabeth não havia nenhum cartaz ou comunicado informando a alteração. Antes das 7h, cerca de 30 pessoas, entre idosos e gestantes, aguardavam atendimento e foram informados do fechamento e da mudança do local por funcionários do posto que foram buscar seus pertences.

No decorrer da manhã, outras pessoas chegaram buscando medicamento ou atendimento médico. Uma delas era a recepcionista Jeniffer Vargas de Brites, 25 anos. Com gravidez de risco, ela esteve na semana passada consultando com a ginecologista e veio pegar remédios para o avô.

— Eu ia vir com exames na semana que vem. Ninguém me falou nada dessa mudança — diz.

A técnica de segurança do trabalho Raquel Furtado, 38 anos, chegou próximo das 11h. Ela veio pegar uma requisição de exames com a ginecologista e foi surpreendida.

— Esse sempre foi meu posto de referência. Nem sei onde fica esse outro — afirma.

Leia também
Espera por consulta com urologista em Porto Alegre via SUS é de cerca de seis meses
650 mil atendimentos deixaram de ser feitos pelo SUS na Capital em função da pandemia, estima prefeitura
Fila por atendimento em saúde mental de Porto Alegre tem aumento de 40% em 12 meses 

Conforme a Secretaria de Saúde de Porto Alegre, durante três anos foi feita a visitação dos postos de saúde e verificada a situação de cada um. No posto Laranjeiras foram identificados alagamentos frequentes, falta de estrutura para procedimentos sem possibilidade de reformas, somente um médico e horário limitado de funcionamento. 

Já na unidade Jenor Jarros, conforme a prefeitura, a estrutura física estava precária, sem possibilidade de reformas, e as equipes tinham um único médico e horário de funcionamento limitado. 

Na Pitinga, a prefeitura constatou que a estrutura física estava precária e por várias vezes o posto foi fechado por falta de água. Na unidade Vila Elizabeth não foram encontrados problemas estruturais, mas a mudança foi necessária para que o local abrigue uma nova equipe de saúde mental. Na unidade antiga, era somente um médico.

A prefeitura de Porto Alegre afirma que com a reformulação os usuários terão mais médicos a disposição e melhor estrutura de atendimento. Além disso, e todas as novas unidades de atendimento passam a ter distribuição de medicamentos em tempo integral. Segundo o Executivo, a experiência de outros serviços que passaram por processo de mudança de endereço mostra que a população adere assim que começa a verificar os benefícios.

As alterações

Laranjeiras

  • Transferido para a Unidade de Saúde Morro Santana, que conta com sete médicos, dois dentistas, enfermeiros, técnicos em enfermagem e em saúde bucal, farmacêutico e auxiliar de farmácia, além de permanecer aberto até as 22h

Jenor Jarros

  • Transferido para a Unidade de Saúde Ramos, que, além do funcionamento até as 22h e ficar a 900 metros do antigo local, tem sete médicos, dois dentistas, enfermeiros, técnicos em enfermagem e em saúde bucal, farmacêutico e auxiliar de farmácia

Pitinga

  • Transferido para a Clínica da Família José Mauro Ceratti Lopes, também na Restinga. No novo local, aberto até as 20h, serão seis médicos, dois dentistas, enfermeiros e técnicos em enfermagem e em saúde bucal, farmacêutico e auxiliar de farmácia durante todo o horário de funcionamento da unidade

Vila Elizabeth

  • Passou o seu atendimento para a Unidade Nova Brasília. O local fica aberto das 7h às 19h, e conta com cinco médicos, um dentista, enfermeiros, técnicos em enfermagem e em saúde bucal, farmacêutico e auxiliar de farmácia
 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros