Novos passos: família de Alvorada faz campanha para cirurgia de Taylor   - Notícias

Versão mobile

 
 

Seu Problema é Nosso06/01/2021 | 14h31Atualizada em 06/01/2021 | 15h13

Novos passos: família de Alvorada faz campanha para cirurgia de Taylor  

O menino de seis anos que nasceu com encurtamento bilateral no tendão de Aquiles precisa de ajuda para arrecadar fundos para a operação

Novos passos: família de Alvorada faz campanha para cirurgia de Taylor   Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Encurtamento em tendão causa dificuldades para criança Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

– A esperança é que ele possa fazer tudo normalmente, como andar de bicicleta, correr ou jogar futebol. 

Essa é a expectativa da mãe de Taylor Walther, Aline Walther, moradores do bairro Jardim Aparecida, em Alvorada. O menino de seis anos nasceu com encurtamento bilateral no tendão de Aquiles, uma condição em que há atrofia muscular e que lhe causa dores e limitação nos movimentos dos pés. Após diversos exames médicos e sessões de fisioterapia, sem sucesso, foi constatado que Taylor teria que realizar uma cirurgia para alongar o tendão. Agora, ele precisa de ajuda para arrecadar fundos para a operação. 

Leia mais
Muito além do telhado: bailarina Marielly ganha uma casa nova no bairro Restinga
Iniciativa na zona norte de Porto Alegre busca ampliar atendimento a crianças e jovens
Balneário Pinhal: bombeiros voluntários fazem festa surpresa para menina de oito anos 

Por conta da limitação, a criança sofre diversas dificuldades no dia- dia, como tomar banho, caminhar, ou até mesmo ficar em pé. 

– Hoje, as atividades básicas de criança ele não consegue fazer. Uma delas é subir escadas. É complicado, ele precisa de ajuda para praticamente todas as atividades, então, estou sempre cuidando dele – relata a mãe. 

O menino de seis anos nasceu com o encurtamento no tendão de aquiles, uma condição hereditária em que há atrofia muscular e que lhe causa dores e limitação nos movimentos dos pés. Após diversos exames médicos e sessões de fisioterapia, sem sucesso, foi constatado que Taylor teria que realizar uma cirurgia para alongar o tendão. Agora, ele precisa de ajuda para arrecadar fundos para a operação.  <!-- NICAID(14680316) -->
Desde bebê, precisa caminhar nas pontas dos pésFoto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Arrecadação 

Em novembro, a família fez a solicitação de cirurgia via Secretaria de Saúde de Alvorada. Segundo Aline, o Sistema Único de Saúde não tem previsão para atendimento. Com a expectativa de realizar o procedimento cirúrgico no final de janeiro de 2021, a família vem recorrendo à solidariedade com a arrecadação de uma vaquinha virtual. 

A expectativa é conseguir R$ 8 mil para a realização da cirurgia em Taylor e, assim, permitir que ele tenha uma vida mais autônoma. Aline alerta, também, que a situação do filho está cada vez mais complicada com o passar do tempo: 

– Estamos fazendo essa correria para poder realizar (a cirurgia) o quanto antes, porque está cada vez pior. Ele tem sentido dores nas costas, nos joelhos e nas pontas dos pés. 

SUS: na espera pelo atendimento 

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Saúde do município de Alvorada informou que o menino Taylor foi atendido por um ortopedista que solicitou avaliação cirúrgica com um ortopedista pediátrico.  “A solicitação foi realizada no dia 12 de agosto de 2019, e o médico regulador classificou como prioridade 3”. Agora, “cabe ao Estado agendar o atendimento solicitado pelo município”, afirma a Secretaria. 

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), Taylor está cadastrado no sistema, aguardando atendimento. Não há prazo para esta definição. E a SES conclui que “ demais informações são critérios médicos, do prestador do serviço. A SES garante o acesso, mas não tem ingerência sobre decisões e autonomia médicas”, finaliza. 

COMO AJUDAR 

/// Dos R$ 8 mil necessários, a família de Taylor já conseguiu arrecadar pouco mais de R$ 2,5 mil, entre doações feitas por meio da vaquinha virtual ou diretamente à família. 

/// Para contribuir, acesse vaka.me/1217562 ou entre em contato pelo telefone (51) 99227-0322.

Produção: Vitória Fagundes

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros