Pela primeira vez, Brasil ultrapassa a marca de 2 mil registros de mortes por covid-19 em 24 horas - Notícias

Versão mobile

 
 

Mais um recorde10/03/2021 | 20h39Atualizada em 10/03/2021 | 20h39

Pela primeira vez, Brasil ultrapassa a marca de 2 mil registros de mortes por covid-19 em 24 horas

No período, 79.876 pessoas tiveram diagnóstico positivo para coronavírus

GZH
GZH

 - O Brasil registrou recorde de 2.286 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas
- O número está em balanço diário divulgado pelo Ministério da Saúde
- A pasta contabiliza todas as mortes que chegaram ao seu conhecimento no período, mas elas não necessariamente ocorreram no mesmo dia 

Pela primeira vez desde o início da pandemia, o Brasil bate a marca de 2 mil mortes por covid-19 em 24 horas. De acordo com boletim do Ministério da Saúde, foram registrados em um dia 2.286 óbitos. Esse número é maior do que a lotação total do Teatro do Sesi (1.750) e é equivalente a 3,5 vezes a lotação do Theatro São Pedro (650).

 O total de mortes chega a 270.656. Esse número é maior do que a população total de cidades como Viamão (256.302), Foz do Iguaçu (258.248), Novo Hamburgo (247.032) ou Parnamirim, no Rio Grande do Norte (267.036), segundo dados do IBGE.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

No mesmo período, 79.876 pessoas tiveram diagnostico positivo para coronavírus. Com isso, o número de casos da doença totaliza 11.202.305 — a população total do Rio Grande do Sul é de 11.422.973, utilizando estimativas do IBGE de 2019.

Nas últimas semanas, o país enfrenta o agravamento da pandemia em todas as regiões. De acordo com levantamento da Fiocruz, Brasil tem 25 capitais com ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) igual ou superior a 80%.

Nesta quarta-feira, o Rio Grande do Sul bateu novos recordes de pacientes hospitalizados pela covid-19 em leitos clínicos e de UTI. São mais de 2,3 mil pacientes com covid-19, em leitos intensivos. Há um mês, este número era três vezes menor, com 783 pessoas nessas condições. Já são 31 dias com aumentos consecutivos no total de hospitalizados pela doença em UTIs.

Leia também
Com pai na UTI, jovem vai todos os dias a hospitais presentear profissionais da saúde com doces e cartas de agradecimento
Santa Casa e UFCSPA oferecem teleatendimento gratuito para pessoas com sintomas de covid-19

O Hospital Conceição, um dos principais de Porto Alegre, precisou fechar a emergência no início da tarde desta quarta. A casa de saúde só está recebendo pacientes que chegam de ambulância, em estado grave. O superintendente do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), Cláudio Oliveira, diz que a medida foi a saída encontrada para poder atender os que já estão na emergência: 

 — Temos 40 pacientes entubados e 23 em máscara de Hudson e não temos como receber mais. A situação é crítica.  

O RS registrou também nesta quarta-feira número expressivo de mortes por covid-19 em 24 horas: 251. O recorde foi registrado na terça-feira (9), com 275 óbitos registrados em 24 horas.



 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros