RS tem nova alta em internações clínicas por covid-19, acumulando aumento de 40,6% em 19 dias - Notícias

Versão mobile

 
 

Maior contaminação27/05/2021 | 21h23Atualizada em 27/05/2021 | 21h23

RS tem nova alta em internações clínicas por covid-19, acumulando aumento de 40,6% em 19 dias

Estado saltou de 1,9 mil para 2,7 mil pacientes com a doença em leitos clínicos desde 8 de maio

RS tem nova alta em internações clínicas por covid-19, acumulando aumento de 40,6% em 19 dias André Ávila / Agencia RBS/Agencia RBS
Internações em UTI também estão em movimento de elevação Foto: André Ávila / Agencia RBS / Agencia RBS

O Rio Grande do Sul registra, nesta quinta-feira (27), mais um dia de alta nas internações de pacientes com covid-19 em leitos clínicos — também chamados de leitos de enfermaria. No fim da tarde, havia 2.702 pacientes com confirmação da doença nessa condição no Estado.

A curva de internações clínicas mudou de direção há 19 dias. Em 8 de maio, havia 1.915 pessoas com covid-19 nesses leitos. Desde então, esse número cresceu 40,6%.

O aumento de internações clínicas (leitos de baixa e média complexidade) reflete a piora no cenário de contaminação nos dias anteriores. Como a maioria dos hospitais costuma atualizar com agilidade os dados de hospitalizações, por vezes esses indicadores refletem com mais rapidez um cenário de agravamento da pandemia na comparação com os dados oficiais de novos casos confirmados.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho

O número atual de pacientes com covid-19 em leitos clínicos é quase o dobro do pior momento de 2020, quando se contabilizou, em dezembro, 1.393 pessoas nessa situação.

O nível atual, por outro lado, é metade do que foi registrado em março, quando o Estado viveu o seu pior momento da pandemia, com colapso generalizado nos hospitais. Em 12 de março havia 5.435 pessoas com covid-19 nesses leitos.

Cresce ocupação de UTIs

O total de pacientes com confirmação da covid-19 internados em leitos de UTI, no Estado, nesta quinta, é de 1.719 pessoas. Esse número tem leve alta desde o último dia 15, quando havia 1.564 pessoas nessa situação.

O patamar é considerado elevado por especialistas. No início de fevereiro, antes de mais uma onda levar o Estado ao colapso nas UTIs, havia cerca de 900 pessoas com a doença nesses leitos.

Leia também
Porto Alegre amplia vacinação para pessoas com deficiência a partir de 55 anos e suspende aplicação da CoronaVac nesta sexta
Para conter nova onda de covid-19, RS pretende ampliar testagem e rastrear contatos de doentes
Aumento de casos de covid-19 gera alertas para mais quatro regiões do RS

A ocupação geral de leitos de UTI (por pacientes com covid-19 e demais doenças) também mudou de direção há cerca de duas semanas. Nesta quinta, esse indicador geral batia, no fim da tarde, os 83,6%.

A situação é mais grave nas UTIs privadas. No mesmo horário, o índice de lotação era de 93,3%.

A ocupação das UTIs do SUS registrou novo aumento e voltou a superar a marca de 80%, o que não ocorria desde 30 de abril. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros