Confira serviços de tratamento em saúde mental oferecidos pela rede pública de Porto Alegre e Região Metropolitana - Notícias

Versão mobile

 
 

Sistema público28/08/2021 | 05h00Atualizada em 28/08/2021 | 05h00

Confira serviços de tratamento em saúde mental oferecidos pela rede pública de Porto Alegre e Região Metropolitana

No Setembro Amarelo, governo do Estado realiza eventos que debatem prevenção ao suicídio 

Confira serviços de tratamento em saúde mental oferecidos pela rede pública de Porto Alegre e Região Metropolitana zdyma4 / adobe.stock.com/adobe.stock.com
Profissionais alertam para a necessidade de se pensar em saúde mental Foto: zdyma4 / adobe.stock.com / adobe.stock.com

 Esta matéria foi dividida em três partes. Leia as outras aqui, aqui e aqui.  

Na próxima semana começa a campanha Setembro Amarelo, mês conhecido pela promoção da prevenção ao suicídio, Segundo a Organização Mundial da Saúde, o problema é uma das principais causas de morte no mundo. 

Os especialistas em saúde mental concordam que passar por traumas, enfrentar problemas familiares, dificuldades financeiras ou mesmo não conseguir se relacionar bem com outras pessoas, são situações que podem afetar a saúde mental de um indivíduo. E é por isso que fazem um alerta para a necessidade de se superar os preconceitos em torno dos transtornos psicológicos, levando a sério tratamentos e processos de cura emocional. 

 LEIA MAIS
Em apenas um mês, ambulatório pós-covid-19 do IAPI dobra atendimento e ganha reforço de estagiários Viamão concede subsídio de R$ 5 milhões ao transporte público e baixa valor da passagem Ex-alunos reformam praça de escola no bairro Medianeira 

Segundo a enfermeira Fernanda Mielke, em todas as regiões do Estado é oferecido acolhimento a pessoas em adoecimento psicológico. Mesmo em cidades que não têm atendimento especializado, as unidades básicas são preparadas para acolher as demandas em saúde mental. 

Para este ano, o Comitê Estadual de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio programou eventos que discutirão a importância dos cuidados em saúde mental. Na próxima segunda-feira, às 15h, será realizada uma palestra ao vivo pela internet no link youtube.com/SecretariadaSaudeRS. No ano passado, o Estado criou uma cartilha sobre prevenção ao suicídio, que pode ser acessada em bit.ly/Cartilha-SET-amarelo. 

A reportagem contatou 12 cidades da Grande Porto Alegre em busca dos serviços em saúde mental oferecidos. Os municípios que responderam o pedido estão no quadro da página ao lado. Não deram retorno Alvorada, Cachoeirinha, Guaíba, Sapucaia do Sul e Eldorado do Sul.

Serviços oferecidos na Grande Porto Alegre

Confira as formas de atendimento via SUS na Capital e em cidades da Região Metropolitana

Canoas
/// Com cinco CAPS na cidade, oferece atendimento psicológico para todos os públicos. O município conta, ainda, com uma Unidade de Internação de Saúde Mental adulta e outra infantojuvenil. Contato pelo WhatsApp (51) 3425-7628 ou pelo telefone (51) 3425-7623. 

Esteio
/// Possui três CAPS que realizam atendimentos pediátricos, adulto e de tratamento de vícios em álcool e outras drogas. Mais informações no número (51) 3433-8400. 

Gravataí
/// O município possui três CAPS, com atendimento para crianças, adolescentes e adultos. Também oferece tratamento de vícios em álcool e outras drogas. Mais informações pelo telefone (51) 3600-7199.

Novo Hamburgo
/// A rede de saúde mental oferece cinco CAPS, dois ambulatórios de saúde mental, uma unidade de acolhimento e um serviço residencial terapêutico. Contato pelo telefone (51) 3097-9445.

Porto Alegre
/// Na rede municipal, são 15 CAPS, divididos entre atendimentos gerais, pediátricos ou para tratamento de vícios em álcool e drogas. A cidade também oferece as equipes especializadas, organizadas entre oito distritos de saúde. Para obter mais informações, ligue para o número 156.

São Leopoldo
/// Oferece um Ambulatório de Saúde Mental e três CAPS, divididos entre atendimento pediátrico, adulto ou para tratamento de vícios em álcool e outras drogas. Mais informações pelo telefone (51) 2200-0201. 

Viamão
/// O município possui quatro CAPS, que atendem os públicos de todas as faixas etárias, além do serviço especializado em casos de vícios em álcool e outras drogas. Mais informações pelo número (51) 3054-7500.

Produção: Émerson Santos


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros