Kombi ano 1980 repaginada levará projeto de inovação a comunidades da Capital a partir de novembro - Notícias

Versão mobile

 
 

Oficinas sobre quatro rodas27/10/2021 | 21h31Atualizada em 27/10/2021 | 21h31

Kombi ano 1980 repaginada levará projeto de inovação a comunidades da Capital a partir de novembro

Início das atividades do POA+Criativa, que estava previsto para o final deste mês, foi adiado devido aos prazos do edital para customização do veículo

Conduzidas por uma Kombi ano 1980, as atividades do projeto POA+Criativa, que busca promover o desenvolvimento da economia por meio de inovação na Capital, terão início em novembro. A primeira ação do programa, lançado pela prefeitura de Porto Alegre em 14 de outubro, estava prevista para ocorrer ainda no final deste mês, mas foi adiada devido aos prazos do edital para customização do veículo.  

O POA+Criativa é voltado às áreas que têm como matéria-prima a criatividade e a habilidade das pessoas — como design, arquitetura, gastronomia, moda, produção audiovisual e artes. A ideia é que o veículo sirva de apoio para esse projeto, levando oficinas de capacitação e equipes da Sala do Empreendedor e do programa de microcrédito do município a diferentes comunidades da Capital

Leia mais
Porto Alegre lança programa pioneiro de economia criativa
Vida útil dos táxis em atividade na Capital é ampliada de oito para 10 anos
Postos de saúde da Capital usam WhatsApp para facilitar a comunicação com os usuários

Para deixar a Kombi com a identidade visual do programa, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET) lançou um edital de chamamento público com o objetivo de receber doações para viabilizar a customização do veículo. O modelo de arte elaborado pela pasta prevê o uso de elementos coloridos e que remetem à inovação (veja nas imagens acima). 

Pessoas físicas ou jurídicas interessadas em doar poderiam se inscrever por meio do envio de suas propostas até terça-feira (26). Segundo Rodrigo Lorenzoni, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, ainda não é possível saber quantas inscrições foram registradas, mas muitas instituições e empresas demonstraram vontade de apoiar o POA+Criativa durante sua apresentação. 

— Montamos o edital para que os interessados possam apresentar suas propostas, que serão avaliadas pela Diretoria de Economia Criativa — explica, salientando que a pessoa ou instituição escolhida deverá se encarregar de fazer a customização conforme o modelo preestabelecido.  

Lorenzoni afirma ainda que, caso nenhuma proposta inscrita neste primeiro momento seja aprovada pela diretoria, um novo edital será lançado pela prefeitura. 

Origem da Kombi 

Adquirida pela prefeitura de Porto Alegre em 1995, a Kombi foi cedida à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET) pela Secretaria Municipal de Administração e Patrimônio (Smap). O secretário municipal de Administração e Patrimônio, André Barbosa, conta que, antigamente, o veículo era utilizado para transportar servidores de diferentes áreas do município, mas agora estava servindo apenas como suporte quando necessário. 

— A Kombi estava parada na Unidade de Frotas porque a pandemia reduziu o fluxo de pessoas. Então surgiu essa demanda na Diretoria de Economia Criativa. Eles perguntaram se tínhamos algum veículo disponível e a gente tinha essa Kombi que estava sem uso — esclarece. 

Para repassar o veículo, a SMAP providenciou a manutenção mecânica da Kombi, a fim de deixá-la pronta para uso. Desta forma, o veículo que estava parado pode se tornar útil à sociedade, servindo ao propósito de fomentar a economia criativa no município, destaca Barbosa.  

Utilização do veículo 

A Kombi será utilizada para levar os materiais das oficinas temáticas — que podem ser de serigrafia, crochê e artesanato, por exemplo, variando de acordo com a vocação de cada comunidade. Além disso, poderá levar as equipes aos locais e servir de sustentação para os ambientes de capacitação e bate-papos que serão montados.  

— É um veículo que ficou no imaginário da sociedade, que tem história e permite uma plotagem bacana. A arte que pensamos é criativa e moderna, então vai gerar curiosidade e atrair as pessoas. Então é um elemento que também ajuda na divulgação do projeto — pontua o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rodrigo Lorenzoni. 

De acordo com Lorenzoni, a expectativa é que a primeira ação ocorra até o final de novembro, no Morro da Cruz. Por enquanto, a equipe do projeto POA+Criativa tem conversado com algumas entidades do bairro para organizar o evento, já que a ideia é justamente desenvolver as ações em parceria com a comunidade. 

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros