Quase 100 mil pessoas aguardam para fazer provas práticas de direção no RS - Notícias

Versão mobile

 
 

Sem CNH10/11/2021 | 21h59Atualizada em 24/11/2021 | 09h43

Quase 100 mil pessoas aguardam para fazer provas práticas de direção no RS

Detran diz que opera com capacidade máxima e não tem prazo para zerar fila de espera para quem deseja emitir carteira de motorista

Quase 100 mil pessoas aguardam para fazer provas práticas de direção no RS Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

 O número de pessoas aptas a realizar a prova prática da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Rio Grande do Sul e que ainda não fizeram o exame cresce cada vez mais. Os dados mais recentes do Detran-RS apontam para 99.900 candidatos a motorista nessa situação, embora não seja possível saber quantas delas realmente desejam tirar a CNH neste momento. No final de agosto, a fila era de aproximadamente 93 mil.

Segundo o órgão, isso ocorre em razão do represamento de provas práticas que ocorreu durante a pandemia, ampliado pela chegada de novos candidatos que concluíram as etapas anteriores. Desde julho, os exames  teóricos podem ser feitos de forma online, o que permitiu um aumento de candidatos prontos para a última prova.

Leia mais
Cesta básica acumula alta de 12,25% em 2021, na Capital
Há Vagas: mais de 3 mil oportunidades estão disponíveis no RS

No entanto, não está sendo possível garantir a mesma agilidade para a parte prática, que exige maior estrutura logística e pessoal. Atualmente, o Detran consegue realizar, em média, 55 mil provas por mês, incluindo todas as categorias. Segundo o departamento, os agentes estão operando com a capacidade máxima possível e não há, no momento, possibilidade de novas ampliações de vagas.

O Detran diz que tem adotado medidas para buscar diminuir a espera, como ampliação da oferta de vagas, realização de forças-tarefa e abertura de turmas extras, mas a demanda segue alta. Há pelo menos três meses, a autarquia tenta viabilizar a realização de provas aos finais de semana, mas ainda não conseguiu o aval do governo do Estado. As tratativas com o Palácio Piratini continuam, mas é pouco provável que a medida entre em vigor à curto prazo. 

Desde o ano passado, o prazo de 12 meses para a realização do exame prático está suspenso em razão da pandemia e, por isso, informa o Detran, não há risco de os candidatos ficarem sem poder fazer a prova. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros