Pagamento do IPVA 2022 poderá ser parcelado em seis vezes no RS; veja as opções - Notícias

Versão mobile

 
 

Imposto 10/12/2021 | 21h41Atualizada em 10/12/2021 | 21h41

Pagamento do IPVA 2022 poderá ser parcelado em seis vezes no RS; veja as opções

Quem optar por pagamento em cota única até final deste mês terá desconto de cerca de 20% 

Pagamento do IPVA 2022 poderá ser parcelado em seis vezes no RS; veja as opções Carlos Macedo/Agencia RBS
Valores estarão disponíveis a partir do dia 15 deste mês Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

A Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) divulgou, nesta sexta-feira (10), as informações para o pagamento do IPVA 2022. Entre as novidades, está a possibilidade de parcelar o imposto em seis vezes, sem juros. Neste ano, o parcelamento foi de até três vezes. 

Além disso, o desconto para quem pagar em cota única até dia 30 de dezembro deste ano será de 10% mais a não aplicação de variação da Unidade de Padrão Fiscal (UPF), estimada em 10,1%, chegando a cerca de 20% de desconto. Se somados os abatimentos de bom motorista e bom cidadão, o abono total pode chegar a 34,6%.  

Conforme o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves Pereira, a média do imposto ficou em R$ 990. Os valores já estarão disponíveis para consulta a partir do dia 15 deste mês através do site e do aplicativo do IPVA. Outra novidade é a opção de pagamento por Pix, inclusive para quem fizer o parcelamento. 

— O QR Code para pagamento pode ser gerado diretamente pelo app ou pelo site — orienta Pereira.  

Leia mais
Como funciona o bônus por redução de desconto na conta de luz
Sete em cada dez famílias gaúchas perderam renda devido à pandemia
Como a inflação está afetando a vida das famílias no Rio Grande do Sul

Quem pagar em cota única até 31 de janeiro, terá desconto de 10%. Até 25 de fevereiro, 6%. E até 31 de março, 3%. Além desses descontos, ainda é possível acumular as vantagens de bom motorista e bom cidadão. 

Outra mudança também são as datas de vencimento por final de placa, que será na última semana de abril, começando pelo dia 25.  

— Viemos de uma grande crise econômica no Estado, que já estamos superando. Mas temos que entender que o IPVA também impacta nos municípios, por isso estamos fazendo essa transição para, nas próximas edições, tentar ampliar ainda mais esse prazo de parcelamento — afirma Pereira. 

Quem optar pelo parcelamento terá de manifestar o interesse ainda em janeiro, pagando a primeira parcela. Não será possível parcelar depois disso.  

As alíquotas do imposto seguem iguais as aplicadas no último ano: 3% para automóveis e camionetes, 2% para motocicletas e 1% para caminhões. A estimativa do governo é arrecadar R$ 4,2 bilhões com o IPVA 2022.  

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros