RS atinge 70% de toda a população com esquema vacinal completo contra a covid-19 - Notícias

Versão mobile

 
 

Saúde09/12/2021 | 22h05Atualizada em 09/12/2021 | 22h05

RS atinge 70% de toda a população com esquema vacinal completo contra a covid-19

Cobertura de duas doses ou dose única supera a de Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Israel e Argentina

RS atinge 70% de toda a população com esquema vacinal completo contra a covid-19 Anselmo Cunha / Agencia RBS/Agencia RBS
Porto Alegre tem 81,1% dos moradores tomaram a primeira dose e 73,6%, completaram o esquema vacinal Foto: Anselmo Cunha / Agencia RBS / Agencia RBS

Em meio ao enfraquecimento da epidemia, o Rio Grande do Sul se tornou, nesta quinta-feira (9), o terceiro Estado brasileiro a alcançar 70% de toda a população com esquema vacinal completo contra a covid-19

LEIA MAIS
Por que a dose de reforço contra a covid ainda é importante, apesar da variante Ômicron?
O que cientistas já sabem dizer sobre a variante Ômicron
RS tem menor número de pacientes com covid-19 em UTIs e leitos clínicos em um ano e meio 

Entre 11,4 milhões de habitantes, quase 7,7 milhões tomaram duas doses ou dose única da Janssen, mostram estatísticas da Secretaria Estadual da Saúde (SES-RS). Considerando apenas a população adulta, 87% dos gaúchos completaram o esquema vacinal. 

A imunização começou no país com atraso, em 17 de janeiro, e demorou para ganhar velocidade. No entanto, a alta adesão dos brasileiros às vacinas, a despeito das críticas do presidente Jair Bolsonaro, fez o Brasil ganhar o terreno perdido e ultrapassar a cobertura vacinal de muitas nações ricas. No país, 64,8% dos habitantes já estão com esquema completo.

A reportagem mostrou que o Rio Grande do Sul tem, proporcionalmente, mais pessoas vacinadas do que Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido e Israel. Hoje, o quadro se mantém e supera o da vizinha Argentina, inclusive, na aplicação de duas doses. 

De forma nacional, apenas São Paulo e Mato Grosso do Sul superam o Rio Grande do Sul.

Em Porto Alegre, a vacinação também é uma das mais altas do país: 81,1% dos moradores da capital gaúcha tomaram a primeira dose e 73,6%, completaram o esquema vacinal. Entre adultos, 100% tomaram a primeira dose.

O desafio agora é aumentar o número de pessoas com duas doses, sobretudo em meio à chegada da variante Ômicron. Conforme estatísticas do governo do Estado, 849.428 gaúchos estão com a segunda dose atrasada.

A cobertura também precisa melhorar entre adolescentes gaúchos: 82% dos jovens entre 12 e 17 anos tomaram uma dose e 30%, duas - muitos aguardam o prazo para receber a segunda aplicação. 

Outro desafio é expandir a terceira dose: quase 1,4 milhão de gaúchos tomaram o reforço. A meta do Ministério da Saúde é de que todos os adultos tomem, até o fim de maio, uma terceira dose contra a covid-19. 

Leia outras notícias do Diário Gaúcho 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros